segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Os 10 maiores mistérios da humanidade

01– As Linhas de Nazca
- Desenhadas na planície do deserto de Nazca, no Peru, estão gigantescas figuras difíceis de ver ou perceber do chão. Nada se sabe sobre quem as criou, nem por que e como. Os desenhos, que podem chegar até 270 metros de comprimento, representam figuras detalhadas, geralmente animais ou plantas, ou padrões geométricos e se tornaram sensação quando foram sobrevoadas de avião pela primeira vez na década de 1930. Alguns escritores, como o suíço Erich von Däniken, afirmam que os desenhos não poderiam ser criados com a tecnologia da época e que são provas do contato de seres extra-terrestres com os povos da região.



















02– A Ilha de Páscoa
- Exploradores quando chegaram não tomaram o cuidado em preservar nada e assim contribuiram para a deterioração da ilha e de seus habitantes. Muitos ainda são os mistérios que permanecem na ilha que não possuem explicação. Como as famosas esculturas de humanóides que lá se encontram.



















03– Templo de Saqqara
- Imagens de um templo egípcio mostram sacerdotes fazendo oferendas a um ser estranho, muito semelhante a um extra-terrestre. E ampliando a imagem percebemos que ela contrasta com os desenhos típicos da arte egípcia, com olhos avantajados e negros, corpo esguio, pequeno e incolor. Descrição semelhante a extraterrestres do tipo Grey.




















04– Cabelos de Anjo
- ‘Cabelo de Anjo’ é uma substância de origem desconhecida que cai do céu e desaparece ao menor contato físico. Seu nome vem de sua semelhança com fios de cabelos bem finos, ou teias de aranha. A ocorrência da queda de Cabelos de Anjo foi observada em vários lugares do planeta, especialmente nos Estados Unidos, Europa Ocidental, Austrália e Nova Zelândia. Muitos acreditam que a substância é deixada por discos voadores já que relatos aparição de OVNIS é comum quando os Cabelos de Anjo são encontrados.
- Na década de 90 a cidade Alessandria na Itália amanheceu coberta pelos filamentos misteriosos, casas, carros e ruas todas cobertas. Cientistas analisaram amostras e concluíram que o material era sintético, descartando, portanto, a teoria de ser teia de aranha.














05– A Mortalha de Turim
- A mortalha de Turim é um pedaço de linho que contém a imagem de um homem que aparentemente morreu de crucifixão. Muitos católicos o consideram como sendo o manto que envolveu o corpo de Jesus Cristo. Atualmente está guardado na Catedral de São João Batista, em Turim, Itália. Apesar de várias investigações científicas, ninguém ainda conseguiu explicar como a imagem foi impressa na mortalha, e apesar de várias tentativas, ninguém ainda conseguiu replicar o feito. Testes de radiocarbono o dataram como da Idade Média, porém os apologistas do sudário acreditam que ele é incorrupto e a datação por carbono só pode datar coisas que decaem. Anterior à idade média, relatos da mortalha existem como a Imagem de Edessa – confiavelmente reportados desde pelo menos o século 4. Além disso, outro tecido (o Sudário) conhecido desde os tempos bíblicos (João 20:7) é dito ter coberto a cabeça de Cristo na tumba. Um estudo de 1999 de Mark Guscin, um membro da equipe de investigação multidisciplinar do Centro Espanhol de Sindonologia, investigou a relação entre os dois tecidos. Baseado na história, patologia forense, tipo sangüíneo (do Sudário é relatado ter manchas de sangue AB), e padrões de manchas, ele concluiu que os dois tecidos cobriram a mesma cabeça em dois períodos distintos, mas próximos de tempo. Avinoam Danin (um pesquisador da Universidade Hebréia de Jerusalém) concordou com esta análise, acrescentando que os grãos de pólen no Sudário são os mesmos da mortalha.



















06– Machu Pichu
- ‘A cidade Perdida dos Incas’ é uma cidade pré-colombiana bem preservada, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba, atual Peru. Pouco se descobriu sobre ela até hoje. Apenas que tinham uma forte atividade astronomica e que rituais e a mumificação dos mortos eram comuns. Não se tem rastro da população de Machu Pichu.




















07– O triângulo das Bermudas
- Área na America central que provavelmente possui uma carga eletromagnética altíssima e que já foi “responsável” pelo desaparecimento de inúmeras embarcações e aviões, principalmente militares. Relatórios oficiais do governo dos EUA comprovam o desaparecimento de pelo menos 1 grande avião e 3 aviões pequenos. Fora os mistérios que ainda não se sabe, o Discovery Channel já criou até um documentário sobre o estranho fato.
















08– Atlântida
- Existem muitas teorias sobre a verdadeira localização de Atlântida. É conhecida lenda de Atlântida escrita por Platão, que escreveu sobre a bela, tecnologicamente avançada ilha-continente, em 370 a.C, mas a descrição que o filósofo fez de sua localização foi limitada e vaga. Muitos, é claro, concluíram que Atlântida nunca existiu. Aqueles que ainda acreditam na sua existência têm procurado por evidências ou ao menos pistas em praticamente todo canto do mundo. As famosas profecias de Edgar Cayce dizem que remanescentes de Atlântida seriam encontrados perto de Bermuda, e em 1969 formações geométricas de pedras foram encontradas próximas a Bimini. Outros locais propostos para a localização de Atlântida incluem: Antártida, México, ao largo da costa da Inglaterra, possivelmente até ao largo da costa de Cuba. São muitas as controversias da localização.















09– O “sinistro” Calendário Maia
- Existe muito falatório sobre as supostas profecias do Calendário Maia. As pessoas estão mais preocupadas com ele do que as catástrofes previstas do ano 2000. Toda a preocupação está baseada na descoberta de que o calendário maia de ‘Conta Longa‘ termina em uma data que corresponde ao nosso 21 de Dezembro de 2012. O que isto significa de verdade? O fim dos tempos por alguma catástrofe global? Uma nova era para a humanidade? Profecias de todos os tipos possuem uma extensa tradição de não acontecerem. Mas a única maneira de sabermos é esperar para ver.



















10- Incidente em Roswell
- No dia 8 de julho de 1947, em Roswell (Novo México, Estados Unidos) o jornal Roswell Daily Record publicou em primeira página a notícia de que o 509º Grupo de Bombas do Exército havia tomado posse dos destroços de um disco voador: RAAF [Roswell Army Air Field] captura disco voador em rancho na região de Roswell, era o título da manchete. Aparentemente o objeto caiu em um rancho em Roswell e até hoje pouco se sabe, e o que se sabe é mantido em segredo pelas autoridades máximas.















Publicado pelo Portal das Curiosidades.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Mensagens das Águas


O Poder do nosso Pensamento - Mensagens das Águas


A mente humana desenvolveu uma maneira de trabalhar em conjunto com as moléculas comunicadoras ou transmissoras que são chamados de neuro-peptídeos ou neuro-transmissores.

O Hipotálamo e o sistema imunológico são responsáveis por criarem os processos químicos usando esses neuro-peptídeos que são responsáveis pelas emoções que sentimos. Eles não são o pensamento ou emoção, mas movimentam-se com eles, são suas expressões químicas.

A descoberta dessas moléculas ampliou o conceito da inteligência do corpo. Vimos que a mente e as moléculas mensageiras combinam-se de modo automático e perfeito, um pensamento e uma reação do corpo, que pareciam não ter nenhuma ligação mostram-se interligadas.

Então, corpo, mente e emoções constituem uma unidade integrada. Tudo que acontece num deles influencia a altera os outros dois. Assim a mente e as emoções podem curar o corpo ou matá-lo, depende da qualidade dos pensamentos e das emoções que a pessoa gera dentro de si.

A transformação de um pensamento numa substancia química representa a transformação de não matéria em matéria. Assim a mente cria o corpo.

Quer conhecer os pensamentos de uma pessoa? Veja que tipo de emoção ela libera diariamente sobre o corpo, que saberemos o que ela pensa.

Sentimos uma emoção

O hipotálamo cria um peptídeo correspondente àquela emoção.
Através da pituitária e liberada na corrente sanguínea para encontrar uma célula receptora.
Assim que entra na célula, é liberado várias substâncias químicas carregadas daquele sentimento, assim aquela célula ficará carregada daquele sentimento.



Quem comanda as células é a rede neural, a qual está baseada nas nossas experiências e informações que incluímos ali. Assim elas afetam e interferem aquilo que sabemos ou vivenciamos.



Então não existe uma avaliação sem interferência de nada, nossa avaliação tem haver com nossas experiências e emoções passadas.
Emoções agora são coisas reais, o peso delas são cientificamente provado.



O pesquisador japonês de nome Masaru Emoto diz ter provado que pensamentos e sentimentos afetam a realidade física. A maior de suas descobertas é a influência do pensamento e das palavras na transformação das moléculas da água. Imagine, se nosso corpo tem aproximadamente 70% de água, o que será que estamos fazendo com nosso corpo!

A verdadeira estrutura da água somente se apresenta quando ela encontra-se sob a forma cristalizada, diz o Dr. Masaru Emoto. O procedimento correto é submeter a água, enquanto líquida, ao estímulo adequado e analisar o resultado após submetê-la a baixas temperaturas. Ao formar-se o cristal, equipamento especialmente desenhado com essa finalidade fotografa a estrutura cristalizada.


Essa figura abaixo é de uma molécula de água antes e depois de receber uma oração:


A mente humana desenvolveu uma maneira de trabalhar em conjunto com as moléculas comunicadoras ou transmissoras que são chamados de neuro-peptídeos ou neuro-transmissores.
O Hipotálamo e o sistema imunológico são responsáveis por criarem os processos químicos usando esses neuro-peptídeos que são responsáveis pelas emoções que sentimos. Eles não são o pensamento ou emoção, mas movimentam-se com eles, são suas expressões químicas.

A descoberta dessas moléculas ampliou o conceito da inteligência do corpo. Vimos que a mente e as moléculas mensageiras combinam-se de modo automático e perfeito, um pensamento e uma reação do corpo, que pareciam não ter nenhuma ligação mostram-se interligadas.

Então, corpo, mente e emoções constituem uma unidade integrada. Tudo que acontece num deles influencia a altera os outros dois. Assim a mente e as emoções podem curar o corpo ou matá-lo, depende da qualidade dos pensamentos e das emoções que a pessoa gera dentro de si.

A transformação de um pensamento numa substancia química representa a transformação de não matéria em matéria. Assim a mente cria o corpo.

Quer conhecer os pensamentos de uma pessoa? Veja que tipo de emoção ela libera diariamente sobre o corpo, que saberemos o que ela pensa.

Sentimos uma emoção

O hipotálamo cria um peptídeo correspondente àquela emoção.
Através da pituitária e liberada na corrente sanguínea para encontrar uma célula receptora.
Assim que entra na célula, é liberado várias substâncias químicas carregadas daquele sentimento, assim aquela célula ficará carregada daquele sentimento.



Quem comanda as células é a rede neural, a qual está baseada nas nossas experiências e informações que incluímos ali. Assim elas afetam e interferem aquilo que sabemos ou vivenciamos.



Então não existe uma avaliação sem interferência de nada, nossa avaliação tem haver com nossas experiências e emoções passadas.
Emoções agora são coisas reais, o peso delas são cientificamente provado.



O pesquisador japonês de nome Masaru Emoto diz ter provado que pensamentos e sentimentos afetam a realidade física. A maior de suas descobertas é a influência do pensamento e das palavras na transformação das moléculas da água. Imagine, se nosso corpo tem aproximadamente 70% de água, o que será que estamos fazendo com nosso corpo!

A verdadeira estrutura da água somente se apresenta quando ela encontra-se sob a forma cristalizada, diz o Dr. Masaru Emoto. O procedimento correto é submeter a água, enquanto líquida, ao estímulo adequado e analisar o resultado após submetê-la a baixas temperaturas. Ao formar-se o cristal, equipamento especialmente desenhado com essa finalidade fotografa a estrutura cristalizada.


Essa figura abaixo é de uma molécula de água antes e depois de receber uma oração:

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

21 de Dezembro de 2012





Fim do mundo a 21 de Dezembro de 2012


As profecias do fim de mundo têm sempre um atrativo especial. Bastante atrativas são também as histórias sobre conhecimento oculto detidos por civilizações antigas. Vem isto a propósito do documentário feito pelo History Channel sobre a Profecia Maia, e que já se encontra à venda para o público (assim como vários livros sobre o mesmo assunto). O documentário pareceu-me bastante interessante e apelativo.


* Estudante de doutoramento em Educação Científica com especialização em Astrobiologia, na Universidade do Texas em Austin nos EUA


Basicamente a ideia é que os Maias, que tinham um calendário mais preciso, mais complexo e muito mais holístico que o nosso, previram vários acontecimentos que entretanto se passaram, como a chegada do homem branco - Hernan Cortez - a 8 de Novembro de 1519. Este calendário Maia prevê que algo de muito grave se passará no solestício de Inverno, 21 de Dezembro, de 2012. Tão grave será o acontecimento, que o mundo tal como o conhecemos desaparecerá. Isto não quer dizer que o mundo acabará, quer simplesmente dizer que um grande acontecimento transformará o mundo.

Ora, sabe-se actualmente que nesta data durante o solestício a Terra estará alinhada com o Sol e com o centro da nossa galáxia, Via Láctea. Sabe-se que no centro da Galáxia existe um buraco negro supermassivo. Baseados em Einstein e em alguma informação astronómica, há quem diga que o alinhamento com este buraco negro supermassivo levará a uma mudança do campo magnético terrestre, que acontece periodicamente. Isto levará a tsunamis, vulcões, terramotos, etc.


Outras Profecias

Curioso no documentário foi eles relacionarem com outras profecias. Por exemplo, o muito antigo I Ching é um livro Chinês sobre concepções do mundo e filosofias de vida, que contém algumas previsões se utilizarmos a teoria “Time Wave Zero”. Usando esta técnica vê-se que o livro Chinês prevê que o mundo irá acabar a 21 de Dezembro de 2012.

Ligaram também a Merlin, o mágico da corte do Rei Artur. Pelos vistos estes profetas medievais (existiam vários Merlin), previram Napoleão, Hitler, o nome da primeira colónia na América, etc. Previram também que neste século irá haver um ataque nuclear terrorista no Reino Unido que matará centenas de milhares de pessoas, que o aquecimento global será demasiado evidente e que... irá haver uma mudança do campo magnético terrestre que levará a um desastre global.

Outra pessoa mencionada foi Sibyl, uma profeta/oráculo em Roma - tal como a de Delphi na Grécia. Ela também previu correctamente vários acontecimentos, entre os quais o fim do mundo para mais ou menos a mesma data que os anteriores.

Discutiram também um projecto chamado de webbot que faz previsões a partir daquilo que vai aparecendo pela web. Supostamente previram os acontecimentos de 11 de Setembro em Junho de 2001. Este projecto prevê um acontecimento global para 2012.

Tudo isto dá que pensar que são muitas previsões coincidentes, sendo a Maia a mais relevante.

Análise Crítica

O documentário fala de outros “profetas”: "Mother Shipton", Bíblia, Nativos Americanos, e muitos outros.... em que todos eles prevêem o fim do mundo. Mas isto é normal. Toda a gente prevê más notícias - é este tipo de notícias que vende - o medo vende. Nenhum destes outros casos previu o final do mundo para 2012, mas o documentário tentou pôr tudo no mesmo saco, enganando os espectadores. Estranho é que não tenham referido a previsão feita pelos criadores da série Ficheiros Secretos que no episódio “A Verdade” apontaram para 22 de Dezembro de 2012 como o dia da invasão dos extraterrestres!


Em termos das previsões "acertadas", lembremo-nos que as previsões são sempre bastante vagas e muitas interpretações cabem lá dentro; cabendo sempre as interpretações que nós queremos dar... após os acontecimentos. Por outro lado, a estatística explica bastante bem as previsões que até possam ter sido específicas e acertaram. Todos os dias no mundo há imensas previsões feitas e estatisticamente falando algumas têm que ser acertadas! Dar relevância às que pensamos ser certas, não percebendo que existem muitas mais que são erradas é um erro muito comum em estatística.

Em termos históricos, basta lermos alguns livros para percebemos que em todas as eras existiram pessoas a prever que o fim estava perto. Sempre foi assim e sempre será, porque isso é que fará do nosso tempo o mais importante para viver. É uma mentalidade temporalcêntrica. E é bom relembrar que todas essas pessoas, sem excepção, estavam enganadas.


Geocentrismo Temporal

Em termos astronómicos, somos um simples ponto num universo gigantesco. Imaginar que temos qualquer relevância em termos espaciais ou temporais é antropocentrismo no seu pior – quando na Ficção Científica lemos ou vemos que extraterrestres vêm à Terra para mudar o curso da nossa história e do resto do universo temos que ver isto somente como uma forma de entretenimento. É um Geocentrismo temporal – continuamos a pensar que somos especiais no Universo, neste caso em termos de tempo. O mesmo se passa nestas previsões.

É interessante ver que as previsões são só sobre o que se passa numa parte de um minúsculo ponto do espaço – Terra; na Ficção Científica quando se viaja no Tempo é dado a entender que não viajamos no espaço e as pessoas aparecem no mesmo sítio mas em tempos diferentes. Ambas as situações estão erradas porque se baseiam na premissa que as viagens no espaço estão estagnadas. Mas o que se passa de facto é que a Terra roda em torno de si própria, a Terra viaja pelo espaço ao redor do Sol, o Sol viaja à volta da Via Láctea, a Via Láctea por seu turno também se movimenta em direcção a outras galáxias no nosso Grupo Local, o Grupo Local também viaja.... e assim sucessivamente.

Nada está parado no espaço. Se eu viajar no tempo 1 dia que seja, e esperar não sair deste ponto, então já não me vou encontrar nesta sala, mas sim algures a flutuar no espaço! O tempo e o espaço estão interligados - quem diz que consegue ver o futuro, está não só a afirmar isso mesmo, mas está incrivelmente também a dizer que consegue ver os eventos que acontecerão num pontinho irrelevante do espaço que se encontra a muitos milhões de quilómetros de distância (no ponto do espaço onde a Terra estará no futuro).

Em 2013 voltarei a este assunto.

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=21960&op=all

sábado, 13 de novembro de 2010

GLÂNDULA PINEAL


Desenvolvimento do Raciocínio através da Glândula Pineal
Epífise - A Glândula do Raciocínio

A máquina do raciocínio chamada científicamente de
Glândula Pineal ou Epífise, teve várias denominações ao longo do tempo. Há pelo menos 2.000 anos, foi considerada pelos cientistas-místicos como a "sede da alma"
(sua morada). René Descartes, filósofo, místico e fundador
da moderna matemática, referiu-se a ela como sendo a "sede da alma Racional", ou "glândula do saber, do conhecer".
Do ponto de vista tradicional vem sendo considerada como
o órgão de percepção da razão. Do ponto de vista científico moderno, é frequentemente chamada de "reguladora das reguladoras" e "glândulas das glândulas", pelo seu papel na sensação física de bem estar. Em profecias de Nostradamus, encontramos esclarecimentos da importância dessa glândula nos tempos atuais, considerando-a "a antena mais fina e alta de nosso sistama nervoso central, a nossa central elétrica".
É uma central dirigente do corpo como o capitão de uma navio". Ocupa o centro de gravidade da massa cerebral e morfologicamente apresenta-se como um vestígio de algum terceiro olho a surgir remotamente nos homens do futuro.
É uma espécie de radar psíquico, chamado também de
"olho pineal", "sexto sentido", "corpo pineal".
Para os hindus "centro de força", para os ocultistas "olho de shiva", por ser o responsável pela clarividência, a vidência Racional. É realmente o "olho" pelo qual o homem faz a ligação do mundo exterior com o mundo interior, o elo de ligação entre o macrocosmo e o microcosmo. Em forma de pinha, localizada no ístmo do mesencéfalo, a máquina do raciocínio chamada de glândula Pineal ou Epífise Cerebral, tem função relacionada com a luz, mas não com a luz física
e sim com a LUZ DIVINA, a Energia Racional.

Na geração do ser humano, a Glândula Pineal aparece no período embrionário desde as primeiras semanas e a microscopia eletrônica revela que em sua estrutura
encontra-se capilares fenestrados, diferentes de todos os capilares que integram o sistema nervoso central e células ovais específicas nesta área. É uma máquina que se destaca entre as demais pelo seu grande significado: representa um habitante do MUNDO RACIONAL que se materializou em forma de máquina do raciocínio, quando nos transformamos de Racionais, corpos de energia, para animais Racionais sofredores e mortais.

Muitos, por falta de conhecimento costumam fazer confusões de "epífise" com "hipófise", dois órgãos de funções completamente distintas. Para esclarecimentos sobre isso, nem precisamos aprofundarmos nos conceitos técnicos, basta analisarmos a etimologia das palavras, o significado das mesmas.

Hipófise ou Glândula Pituitária: "Hipo" corresponde ao prefixo grego que indica em posição inferior a alguma coisa. A hipófise, identifica ao seu meio que é este universo eletromagnético, funciona através das energias elétrica e magnética. Sendo uma das glândulas vitais do corpo humano, comanda a função de outras partes do organismo, responsabilizando-se por importantes funções, como:
o crescimento e a reprodução. alimentadas por impulsos eletromagnéticos, ajuda a compor a máquina do pensamento, que influencia nos diversos aspectos das atividades humanas.

Epífise ou Glândula Pineal: "Epi" significa acima, de forma superior, de ordem superior. É um prefixo da língua grega. "Fise" origina-se da palavra grega "Phisis", denotando natureza. Portanto "epi"+"fise"="epífise", que é uma glândula que está em termos de qualidade natural e em grau superior, acima da natureza material da terra e do pensamento humano.

A partir do momento em que a epífise começa a se desenvolver exclusivamente através do contacto com a ENERGIA RACIONAL, essa glândula (o raciocínio) passa a funcionar, assumindo a sua verdadeira função de "dono da vida", comandando assim um novo progresso consciente e real, a caminho do nosso verdadeiro mundo de origem,o MUNDO RACIONAL

(Livro: Universo em Desencanto)

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Você é Insubstituível !!!


Ao compreender você renasce de outra forma.
Caso contrário, seu inimigo dormirá com você...
Se alguém lhe bloquear a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas.
Lembre-se da sabedoria da água:
A água nunca discute com seus obstáculos
mas o contorna.
Quando alguém o ofender ou o frustrar, "você" é a água e a pessoa que o feriu o obstáculo!!!
Conterne-o sem discutir.
Aprenda a amar sem esperar muito dos outros.
Proteja sua emoção.
Filtre as agressividades e as incompreensões
geradas pelos os que o rodeiam.
A emoção é a parte mais frágil da alma humana e,
paradoxalmente,é a que mais tem proteção.
Se você permitir, uma crítica o destruirá.
Mas, se você se proteger, um milhão de ofensas não o afetarão.
Não faça de sua emoção uma lata de lixo social.
Não gravite em torno dos seus insucessos.
É impossível evitar algumas derrotas.
Quando for derrotado, saiba que não existe o fundo
do poço para a inteligência humana, há sempre uma saída para aquele que enxerga.
Aprenda a caminhar pelas vielas do seu ser para encontrá-la.
Nosso mundo está dentro da casca de uma noz.
Rompa-a e veja as oportunidades pulsando lá fora.
Areje sua emoção.
Talvez você esteja tão ocupado que nem ache tempo para dialogar consigo mesmo.
É provável que você cuide de todo mundo, mas tenha se esquecido de você mesmo.
Talvez seja bom para você fazer um "stop introspectivo":
pare e repense seriamente o que você tem feito com a sua vida.
Será que você não se auto-abandonou?
Você faz faxina em seu escritório, em sua bolsa, em sua casa, mas não faz uma faxina em tudo que perturba a sua alma.
Você não desliga a sua mente, não gerencia seus pensamentos.
O que significa isso?
Significa sofrer por antecipação, viver problemas que ainda não ocorreram e que talvez nem ocorram.
A vida, como a sua mente, está continuamente agitada, você a complica ainda mais.
Se esse for seu caso, você está com a mais comum e moderna síndrome psíquica:
a síndrome SPA, a síndrome do pensamento acelerado.
Quando pesquisei essa síndrome, descobri que nem sempre ela representa uma doença psíquica, mas um estilo doentio de vida.
Como está seu estilo de vida?
As características dessa síndrome são:
pensamento acelerado, fadiga excessiva, irritação, déficit de concentração, humor flutuante, etc...
Muitos cientistas não percebem, mas o ritmo de construção do pensamento do homem moderno acelerou-se de um século para cá.
As causas?
O excesso de informações, estímulos, estresse,
preocupações sociais.
Como você não gerencia e não aquieta seus pensamentos seu cérebro começa a protegê-lo.
Como? Desligando-o.
Sua memória fica péssima.
E você e alguns médicos desinformados começam a achar que você está com alterações cerebrais.
Na realidade, nosso cérebro, tem mais juízo que nós mesmos.
Ele fecha as janelas da memória para pensarmos menos e gastarmos menos energia.
Será que devido a síndrome do pensamento acelerado, você não envelheceu no único lugar em que não é permitido envelhecer, no território da emoção?
Será que você não se aprisionou no único lugar em que deveria
ser livre, no palco de sua mente?
Se estiver se sentindo velho e aprisionado, não desanime, pois
o destino não é um fato inevitável, mas uma questão de escolha.
Opte por libertar-se do cárcere da emoção.
Quanto pior for a qualidade da educação, mais relevante será o papel da psiquiatria no terceiro milênio.
No mundo todo, a educação passa pelo caos.

O reflexo disso é grave: nunca tivemos uma indústria do lazer tão diversificada, tais como
a TV, o esporte, os parques de diversões, a internet, mas o homem nunca foi tão triste e sujeito a tantas doenças emocionais.
Entretanto jamais diga: "O que estou fazendo nesse mundo maluco?
Não pedi para nascer!"
Não é verdade.
Você "optou" por nascer.
Você não foi fruto passivo do seu pai e da sua mãe.
Você "implorou" para nascer, lutou para nascer,
batalhou para ter o direito à vida.
A vida lhe pertence, você decidiu genéticamente por ela.
Agora precisa decidir intelectualmente por ela.

NUNCA DESISTA DA VIDA!!!

Autoria: Augusto Cury

Ouvir vozes na cabeça pode ser normal, diz estudo!


Ouvir vozes na cabeça, interrompendo seus pensamentos, é tão comum que é considerado normal, segundo psicólogos.
Uma pesquisa realizada na Holanda sugere que uma em 25 pessoas ouve vozes regularmente.

E pesquisadores britânicos na Universidade de Manchester afirmam que, ao contrário da crença tradicional, ouvir vozes não é necessariamente um sintoma de doença mental.

Na verdade muitos que ouvem vozes não procuram ajuda de médicos e afirmam que as vozes têm um impacto positivo em suas vidas, dando conforto e inspiração.

Diversidade

"Sabemos que muitos integrantes da população em geral ouvem vozes, mas muitos nunca sentiram a necessidade de pedir ajuda aos serviços de saúde mental", disse a pesquisadora Aylish Campbell.

Algumas pessoas que ouvem vozes descrevem o evento como se alguém as chamasse pelo nome, mas quando elas vão atender descobrem que não há ninguém.

As pessoas também ouvem vozes como se fossem pensamentos de fora entrando em suas mentes. Elas não têm idéia do que estas vozes vão afirmar e podem até iniciar uma conversa.

A equipe de pesquisadores de Manchester quer investigar a razão de algumas pessoas encararem o evento de forma positiva enquanto outras ficam angustiadas e procuram tratamento médico.

"Não parece que o fato de ouvir vozes em si cause o problema. O que parece ser mais importante é como as pessoas interpretam estas vozes", disse Campbell.

"Se uma pessoa está lutando para superar um trauma ou se vê como uma pessoa vulnerável e sem valor, ou ainda acredita que todas as outras pessoas são agressivas, elas podem vir a interpretar as vozes como hostis, poderosas ou danosas", disse a pesquisadora.

"Por outro lado, uma pessoa que tem experiências de vida mais positivas e uma imagem mais positiva de si mesma e de outros pode desenvolver uma visão mais positiva das vozes", acrescentou.

Estudos anteriores descobriram que as pessoas que ouvem vozes geralmente tiveram uma infância traumática.

Segundo Campbell a estigmatização também pode prejudicar.

"Se uma pessoa começa a ouvir vozes e também segue parte da sociedade, considerando isso como doença mental, ela ficará mais angustiada. Isso também pode levar esta pessoa a não falar sobre o problema", afirmou.

"Nosso trabalho de pesquisa mostrou que mais de 70% das pessoas que ouvem vozes podem ter tido um evento traumático que desencadeou as vozes", afirmou Marius Romme, presidente da Intervoice, uma organização de caridade britânica especializada em ajudar pessoas que relatam ouvir vozes.

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2006/09/060918_vozesnormalfn.shtml

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Reprograme Seu Subconsciente


Alguns exemplos de bobagens ditas à crianças que se tornaram adultos famosos: a Albert Einstein e Thomas Edison disseram que eles nunca aprenderiam ou entenderiam nada na vida; a Winston Churchill que ele era um caso perdido, a Theodore Roosevelt que, devido a sua asma, jamais faria nada na vida e a Neale Donald Walsch, que ele nunca amaria ninguém em sua existência. Imagine se esses homens tivessem acreditado no que lhe fora dito? Nossa compreensão do Universo seria precária e viveríamos a luz de velas, talvez o nazismo teria dominado a Terra e os Estados Unidos não tivessem alcançado tamanho progresso e as maravilhas da série “Conversando Com Deus”, jamais tivessem sido escritas.

A maioria das crianças ouve alguma bobagem sobre sua capacidade e raros são os exemplos dos adultos que deixaram essas bobagens de lado. A mente da criança é como uma folha em branco, o que se escreve fica. Chamar seu filho de burro, vagabundo, covarde, indolente ou qualquer barbaridade dessas provocará um adulto com essas qualidades negativas, um adulto infeliz. A grande sorte como mostra os personagens citados no início é que nossa mente subconsciente é reprogramável, não importa a idade da pessoa.

A reprogramação pode ser feita por afirmações positivas, se a pessoa acha-se burra deve afirmar que é inteligente até sentir essa inteligência fluir em si mesma, quem se acha um fracassado deve fazer constantes afirmações de sucesso até sentir o sucesso chegar.

A herança de nossos pais somente interessa se nos faz bem e provoca nossa evolução e crescimento. Quando a herança dos pais é negativa devemos deixá-la de lado e procurar a substituir por novos conhecimentos.Autoria: Marcelo Marinho (Professor de Português e Astrólogo)

Nós temos Capacidade, felicidade, poder, vitória... Basta que você acredite que pode mudar.
Eu Quero
Eu Posso
Eu consigo

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Clarividência


Primeiro vamos descobrir o que é clarividência. Para quem ainda é novo no assunto, clarividente é aquele que consegue ver além dos sentidos físicos, aquilo que os olhos físicos não podem ver. Vulgarmente conhecido como vidente.
O clarividente possui o chakra do terceiro olho (também conhecido como chakra frontal) mais desenvolvido que uma pessoa comum, por isso a facilidade de ver além do mundo físico.
Dito isso, agora vamos ao que interessa...

Técnicas para Abrir a Clarividência

Desenvolver a clarividência é mais fácil do que parece. Talvez o melhor não seria dizer fácil, mas simples.
Existem várias maneiras de se abrir a clarividência, a maneira que aprendi é muito simples e consiste de concentrar sua consciência na região conhecida como terceiro olho, entre os olhos, uns dois dedos acima da linha horizontal dos olhos.

Comece relaxando seu corpo, fique sentado em uma cadeira confortável ou deitado, como se fosse meditar.

Feche os olhos e ponha sua consciência nessa área. Imagine, sinta, ouça e fale através desse olho, você deve imaginar que tudo se concentra nessa área.
Então imagine uma bola de luz branca ligeiramente a sua frente nessa área do terceiro olho, (conhecido como o sexto chakra, dos sete principais que possuímos) ao mesmo tempo que imagina essa luz procure entoar o bija-mantra OM* mentalmente, sinta como se o som saísse do chakra frontal.
 
Faça isso o tempo que achar necessário, sem forçar muito. Pratique por pelo menos quinze minutos por dia, quanto mais praticar melhor.

Um dos primeiros sinais de que está funcionando é o sonho lúcido. Você vai começar a ter sonhos lúcidos com freqüência, porque ao fazer esse exercício você estará aumentando a sua lucidez, tanto no plano físico, como no plano astral ou dos sonhos.

É importante lembrar que semelhantes se atraem, então olhe bem para o tipo de vibração que você emite, pois é o que você atrairá mais facilmente para sua clarividência. Também é importante lembrar que o mundo de cá é tal qual o de lá e vice-versa, você não verá só anjinhos e flores, você há de ser forte.

Geralmente seis meses são o suficiente para você ter uma boa condição de clarividência. Então pratique, se é o que você quer, mas se tiver medo do que vai ver, então o melhor seria trabalhar outros chakras.
 
Fonte: http://www.webartigos.com

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

O Poder da Educação


Educação

Escrito por Desconhecido

Conta-se que o legislador Licurgo foi convidado a proferir uma palestra a respeito de educação. Aceitou o convite mas pediu, no entanto, o prazo de seis meses para se preparar. O fato causou estranheza, pois todos sabiam que ele tinha capacidade e condições de falar a qualquer momento sobre o tema e, por isso mesmo, o haviam convidado.

Transcorridos os seis meses, compareceu ele perante a assembléia em expectativa. Postou-se à tribuna e logo em seguida, entraram dois criados, cada qual portando duas gaiolas. Em cada uma havia um animal, sendo duas lebres e dois cães. A um sinal previamente estabelecido, um dos criados abriu a porta de uma das gaiolas e a pequena lebre, branca, saiu a correr, espantada. Logo em seguida, o outro criado abriu a gaiola em que estava o cão e este saiu em desabalada carreira ao encalço da lebre. Alcançou-a com destreza trucidando-a rapidamente.

A cena foi dantesca e chocou a todos. Uma grande admiração tomou conta da assembléia e os corações pareciam saltar do peito. Ninguém conseguia entender o que Licurgo desejava com tal agressão. Mesmo assim, ele nada falou. Tornou a repetir o sinal convencionado e a outra lebre foi libertada. A seguir, o outro cão. O povo mal continha a respiração. Alguns mais sensíveis, levaram as mãos aos olhos para não ver a reprise da morte bárbara do indefeso animalzinho que corria e saltava pelo palco. No primeiro instante, o cão investiu contra a lebre. Contudo, em vez de abocanhá-la deu-lhe com a pata e ela caiu. Logo ergueu-se e se pôs a brincar. Para surpresa de todos, os dois ficaram a demonstrar tranqüila convivência, saltitando de um lado a outro do palco. Então, e somente então, Licurgo falou;

"Senhores, acabais de assistir a uma demonstração do que pode a educação. Ambas as lebres são filhas da mesma matriz, foram alimentadas igualmente e receberam os mesmos cuidados. Assim igualmente os cães." "A diferença entre os primeiros e os segundos é, simplesmente, a educação." E prosseguiu vivamente o seu discurso dizendo das excelências do processo educativo.

"A educação, baseada numa concepção exata da vida, transformaria a face do mundo." "Eduquemos nosso filho, esclareçamos sua inteligência, mas, antes de tudo, falemos ao seu coração, ensinemos a ele a despojar-se das suas imperfeições. Lembremo-nos de que a sabedoria por excelência consiste em nos tornarmos melhores."

Licurgo foi um legislador grego que deve ter vivido no século quarto antes de Cristo. O verbo educar é originário do latim educare ou educcere e quer dizer extrair de dentro? Percebe-se, portanto, que:

A educação não se constitui em mero estabelecimento de informações, mas sim de se trabalhar as potencialidades interiores do ser, a fim de que floresçam, à semelhança de bela e perfumada flor.

Licurgo de Esparta


Licurgo foi um lendário legislador de Esparta. Nada se sabe seguramente sobre a existência desta personagem. Heródotofala dele em meados do século V a.C., mas a vida do legislador deve ter decorrido no século VIII a.C.. Mas a sua memória seria correntemente mencionada na Esparta do século V, pois os seus habitantes nessa época sentiam a necessidade de atribuir a organização estatal que os regia a um ser humano, e não ao acaso.

Por outro lado, também não é indispensável sabê-lo, dado que a compilação das leis não foi obra pessoal - e a própria lendaassinala que lhe foram entregues pelo oráculode Delfospara dirigir o seu povo. A maioria das disposições que lhe tem sido atribuídas são reflexo de costumes vigentes muito antes na região. O carácter mágico e obscuro de algumas dessas leis leva a pensar que o conjunto delas fosse uma compilação de usos tradicionais levada a cabo por alguma personagem ligada à religião tradicional ou pelo próprio sentimento do povo, desejoso de retornar à severidade e segurança civil dos tempos passados.


Conta a lenda, que ele, ao terminar o conjunto de leis que regeriam Esparta, solicitou um pedido e uma promessa do rei. Com a concordância e sabedor da fraqueza humana frente às injuções políticas de momento, pediu a promessa que as Leis só seriam alteradas com o aval dele (Licurgo) e pediu sua condenação ao ostracismo, para que as Leis sobrevivessem aos homens. Licurgo também foi o estadista responsavel pelas leis de esparta. A lei de licurgo determinava a educação dos jovens pela cidade de esparta a partir dos 7 anos de idade.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Há diferenças anatômicas do cérebro de psicopatas


Estudo revela modificações discretas, mas significativas, numa área cerebral conhecida como fascículo uncinato, uma via composta por matéria branca

Neurocientistas britânicos identificaram diferenças anatômicas no cérebro de psicopatas que podem explicar as origens biológicas deste distúrbio frequentemente associado a comportamentos criminosos. Estudos anteriores, ainda controversos, já haviam mostrado que essas pessoas exibem alterações na amígdala, área associada a emoções e a agressão, e no córtex orbito-frontal, envolvido nos processos de tomada de decisão. Mas o estudo publicado na revista Molecular Psychiatry revelou modificações discretas, mas significativas, numa área conhecida como fascículo uncinato, uma via composta por matéria branca (formada pelos axônios dos neurônios) que conecta as duas estruturas anteriores.

Essas alterações foram detectadas por meio de tractografia – um tipo específico de ressonância magnética funcional usada para varrer o cérebro de pacientes, em processo pré-cirúrgico, em busca de tratos neurais. Os resultados revelaram ainda que o grau de anormalidade observado nessa região se correlacionou positivamente à gravidade do distúrbio. Segundo os autores, as evidências sugerem fortemente uma base biológica da psicopatia, embora não seja possível afirmar ainda se estas alterações são inatas ou adquiridas ao longo do desenvolvimento cerebral.

Fonte: Revista Viver Mente & Cérebro

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Louise Hay - Você Pode Curar Sua Vida 01

video

Vídeo de Louise Hay - Você pode curar sua vida - Você é inteiramente responsável por sua vida. Essa é uma das afirmações que a autora mais enfatiza no decorrer do livro. A autora discorre sobre a influência que as emoções exercem sobre nós.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

O QUE É AYAHUASCA ?


Definição:

Ayahuasca, nome quíchua de origem inca, refere-se a uma bebida sacramental produzida a partir da decocção de duas plantas nativas da floresta amazônica: o cipó Banisteriopsis caapi (mariri ou jagube), que serve como IMAO e folhas do arbusto Psychotria viridis (chacrona ou rainha) que contém o princípio ativo dimetiltriptamina.

É também conhecida por yagé, caapi, nixi honi xuma, hoasca, vegetal, daime, kahi, natema, pindé, dápa, mihi, vinho da alma, professor dos professores, pequena morte, entre outros. O nome mais conhecido, ayahuasca, significa "liana (cipó) dos espíritos".

Utilizada pelos incas e também por pelo menos setenta e duas tribos indígenas diferentes da Amazônia. É utilizada em paises como Peru, Equador, Colômbia, Bolívia e Brasil.

Seu uso se expandiu pela América do Sul e outras partes do mundo com o crescimento de movimentos religiosos organizados, sendo os mais significativos o Santo Daime, a União do Vegetal, a Barquinha, além de dissidências destas e grupos (núcleos ou igrejas) independentes que o consagram em seus rituais.

Origens:

A utilização de substâncias naturais que potencializam a percepção é uma prática milenar presente em várias culturas. Historicamente sabe-se que o uso de plantas de poder sempre teve a finalidade de alterar a maneira cotidiana de entender as coisas, estabelecendo uma ponte entre os homens e as suas divindades.

Diversos registros confirmam isto. Estudos indicam que os Essênios já utilizavam plantas de poder em rituais de iniciação. Os índios mexicanos e norte-americanos utilizam o cacto Peiote. Há amplos registros de uso de cogumelos pelos povos da América Central. Os registros mais antigos indicam que os Vedas, a 3.100 a.c. já praticavam rituais onde comungavam uma bebida conhecida como “Soma”. Na América do Sul temos o uso da Ayahuasca, proveniente dos Incas.

No Brasil a Ayahuasca vem sendo utilizada há milênios pelos povos indígenas da região amazônica e recentemente pela União do Vegetal e pelo Santo Daime. A proposta básica destes e de diversos outros grupos é atingir o autoconhecimento através de experiências de tipo místico-espiritual, onde por meio de visões e estados de expansão da consciência chega-se a um estado de integração total com o cosmos, com a natureza e com o Criador.

Enteógeno:

A primeira vista este chá normalmente é classificado pela sociedade como ‘droga’ ou ‘alucinógeno’. Isto de forma alguma deve desmerecer a Ayahuasca ou as pessoas que dela fazem uso, melhor seria esclarecermos que de acordo com a nomenclatura científica utilizada no mundo inteiro se denomina ‘droga’ qualquer substância, de origem animal, vegetal ou mineral, que, uma vez introduzida em um organismo vivo, produz alterações de ordem fisiológica, desta forma também podemos classificar como droga o café, o açúcar, o guaraná, o chimarrão, etc. Lembramos também que muitas drogas são usadas para salvar vidas.

Porém, como socialmente se associa a palavra ‘droga’ as substâncias destrutivas e desestruturadoras, que causam dependência física e/ou psíquica, provocando desequilíbrios sociais, convém esclarecer de forma enfática que a Ayahuasca não se enquadra nesta categoria já que o uso dela não desequilibra, não causa dependência, nem destrói, muito pelo contrário, as pessoas que dela fazem uso são pessoas que buscam continuamente melhorar a si mesmas através do autoconhecimento, da evolução espiritual, e pregam a paz mundial, a harmonia entre os povos, o respeito pela natureza, etc., metas essas que só se atinge na plenitude das faculdades físicas e mentais.

Os que classificam a Ayahuasca como ‘alucinógeno’ também cometem impropriedade conceitual, segundo o antropólogo norte-americano Gordon Wasson, em entrevista à revista Globo Ciência. Ele distingue ‘estados alterados de consciência’ ou ‘alucinações’ de ‘estados ampliados de consciência’ – sendo estes alcançados com a ingestão de Ayahuasca em contexto religioso, sob a supervisão de um dirigente responsável. Para alguns pesquisadores, a classificação da Ayahuasca como "alucinógeno" é uma imprecisão, pois a mesma não causa perda do contato com a realidade - como pressupõe o termo - mas sim um grau ampliado de percepção que permite a compreensão daquela realidade com maior clareza ou transcendência.

Nesse sentido, pesquisadores da área de Etnobotânica têm proposto a classificação da Ayahuasca como "Enteógeno", ou seja, substância que "gera uma experiência de contato com o divino", causando uma sensação generalizada de aproximação com o Sagrado e facilitando o autoconhecimento e o aprimoramento do ser humano.

Até o momento, ninguém jamais conseguiu demonstrar qualquer afirmação negativa contra o uso ritualístico da Ayahuasca ou mesmo que contrarie o que sempre afirmamos, que a mesma utilizada em contexto religioso, é benéfica à saúde física e espiritual do ser humano.

Não se conhece um único caso de alguém dependente física ou mentalmente da Ayahuasca. Da mesma forma, não se tem conhecimento de nenhuma pessoa que, utilizando-a em rituais religiosos, sob a orientação de pessoas experientes, tenha sofrido qualquer espécie de dano. O que há habitualmente é justamente o contrário, ou seja, numerosos casos de pessoas que reestruturaram a vida familiar e profissional, a partir do uso em contexto religioso.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A TERCEIRA INTELIGÊNCIA


No início do século 20, o QI era a medida definitiva da inteligência humana. Só em meados da década de 90, a "descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um gênio se não soubesse lidar com as emoções."


A ciência começa o novo milenio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual. Ela nos ajudaria a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.

Drª DanaZohar, da Universiade de Oxford no seu livro QS - Inteligência Espiritual, lançado no ano passado, a física e filósofa americana aborda um tema tão novo quanto polêmico: a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta os horizontes das pessoas, torna-as mais criativas e se manifesta em sua necessidade de encontrar um significado para a vida.

Ela baseia seu trabalho sobre Quociente Espiritual (QS) em pesquisas só há pouco divulgadas de cientistas de várias partes do mundo que descobriram o que está sendo chamado "Ponto de Deus" no cérebro, uma área que seria responsável pelas experiências
espirituais das pessoas.

O assunto é tão atual que foi abordado em recentes reportagens de capa pelas revistas americanas Neewsweek e Fortune.

Afirma Dana:

"A inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos numa cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual".

Aos 57 anos, Dana vive em Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, co-autor do livro, e com dois filhos adolescentes. Formada em física pela Universidade de Harvard, com pós-graduação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), ela atualmente leciona na universidade inglesa de Oxford. É autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para português.

QS - Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Dana tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho. Ela falou à EXAME em Porto Alegre durante o 300º Congresso Mundial de Treinamento e Desenvolvimento da International Federation of Training and Development Organization (IFTDO), organização fundada na Suécia, em 1971, que representa 1 milhão de especialistas em treinamento em todo o mundo.


Eis os principais trechos da entrevista:

O que é inteligência espiritual?

É uma terceira inteligência, que coloca nossos atos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efetivos.
Ter alto quociente espiritual (QS) implica ser capaz de usar o espiritual para ter uma vida mais rica e mais cheia de sentido, adequado senso de finalidade e direção pessoal.
O QS aumenta nossos horizontes e nos torna mais criativos.
É uma inteligência que nos impulsiona.
É com ela que abordamos e solucionamos problemas de sentido e valor.
O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida.
É ele que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações.*

De que modo essas pesquisas confirmam suas ideias sobre a terceira
inteligência?

Os cientistas descobriram que temos um "Ponto de Deus" no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas. É uma área ligada à experência espiritual. Tudo que influencia a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais. Um tipo de organização neural permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI, ou inteligência intelectual. Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afectado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional. Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual.

Qual a diferença entre QE e QS?

É o poder transformador. A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação.

A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular.
Implica trabalhar com os limites da situação.
Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções.
Inteligência espiritual fala da alma.
O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afectam minha emoção e como eu reajo a isso.
A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade.

Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas:

1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo

2. São levadas por valores. São idealistas

3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade

4. São holísticas

5. Celebram a diversidade

6. Têm independência

7. Perguntam sempre "por quê?"

8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo

9. Têm espontaneidade

10.Têm compaixão


"Uma vela não perde a sua chama acendendo outra."

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Regressão a Vidas Passadas

video
As lembranças de vidas passadas não passam de fenômenos naturais, fenômenos que podem e devem ser estudados pela ciência, o problema é que sofrem bastante preconceitos por parte dos cientistas mais conservadores e por isto são pouco estudados, mas isto já começa a mudar!

domingo, 15 de agosto de 2010

Mãos Talentosas(Filme)


Ben Carson era um menino pobre de Detroit, desmotivado, que tirava más notas na escola. Entretanto aos 33 anos, ele se tornou o diretor do Centro de Neurologia Pediátrica do Hospital Universitário Johns Hopkins, em Baltimore, EUA. Em 1987, o Dr. Carson alcançou renome mundial por seu desempenho na bem-sucedida separação de dois gêmeos siameses, unidos pela parte posterior da cabeça – uma operação complexa e delicada que exigiu cinco meses de preparativos e vinte e duas horas de cirurgia. Sua história, profundamente humana, descreve o papel vital que a mãe, uma senhora de pouca cultura, mas muito inteligente, desempenhou na metamorfose do filho, de menino de rua a um dos mais respeitados neurocirurgiões do mundo. Recomendo que você tire um tempinho para assistir essa preciosidade.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Hipnoterapia


A enxaqueca é uma forma debilitante de c. Muitas pessoas sofrem de enxaqueca. Vários gatilhos podem produzir o aparecimento de uma enxaqueca. No entanto, reduzir a chance de ocorrência de uma enxaqueca e livrar-se dela assim que esta ocorre, pode ser um desafio. Foram realizados estudos que mostram que a hipnoterapia pode ser bastante benéfica para quem sofre de enxaqueca. Em muitos estudos, a hipnose tem se mostrado mais benéfica do que medicamentos.
Gatilhos comuns da enxaqueca incluem alterações hormonais, estresse, alimentação, mudanças nos padrões de sono, medicamentos e mudanças no ambiente. Os sintomas da enxaqueca variam de pessoa para pessoa, mas muitas pessoas relatam uma dor pulsante de moderada a grave — que piora com atividade física, interferindo nas atividades do dia-a-dia — náuseas, vômitos, sensibilidade à luz e/ou som, e às vezes experimentam auras. A enxaqueca pode durar de 4 a 72 horas, mas a freqüência é muito variável.
Um estudo comparou o efeito da hipnoterapia com o efeito do medicamento proclorperazina (Stemetil). O estudo consistiu em 47 participantes que, uma vez por mês, durante um ano, responderam questionários. Eles informaram o número de ataques por mês, a gravidade dos ataques, e remissão completa. Os resultados do estudo mostraram que aqueles que receberam a hipnoterapia relataram um número bem menor de ataques de enxaqueca em comparação com aqueles que receberam a medicação. Dos 23 participantes que receberam a hipnoterapia, 10 deles deixaram de ser acometidos por enxaquecas. Dos 24 participantes que utilizaram a medicação, 3 deles deixaram de ser acometidos por enxaquecas.
Outro estudo relatou os benefícios da terapia. Estas abordagens incluem relaxamento, biofeedback, terapia comportamental (TCC), e hipnose. A hipnose pode ajudar pacientes com enxaqueca a evitar os gatilhos, controlando o estresse. Este estudo concluiu que o medicamento é ineficaz no tratamento da enxaqueca crônica e encoraja o tratamento parapsicológico, porque não existem efeitos colaterais.
Esses estudos mostram que a hipnoterapia e os métodos naturais de tratamento da enxaqueca são mais eficazes do que o uso de medicação. O fato de que a hipnose não tem efeitos colaterais e o fato de que muitos medicamentos apresentam muitos efeitos colaterais, faz com que a hipnoterapia seja uma abordagem mais natural e segura para o tratamento das enxaquecas. Além dos efeitos colaterais, muitos estudos têm mostrado que os efeitos da hipnose são mais duradouros e benéficos em relação ao uso de medicamentos.

Fontes:

Anderson, J.A., Basker, M.A., & Dalton, R. (1975). Migraine and hypnotherapy. International Journal of Clinical and Experimental Hypnosis, 23(1), 48-58.

HIPNOSE!

terça-feira, 27 de julho de 2010

O significado das doenças!!!



Segundo a psicóloga Americana Louise L. Hay, todas as doenças que
temos são criadas por nós. Afirma ela, que somos 100% responsáveis por
tudo de ruim que acontece no nosso organismo.
Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão, diz a psicóloga
Americana Louise L. Hay.
Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar
Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos
perdoar mais.
Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um
espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolve o ressentimento.
A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas
prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise. Reflita, vale a
pena tentar evitá-las:

DOENÇAS E SUAS CAUSAS:
AMIDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
BRONQUITE: Ambiente familiar inflamado. Gritos, discussões.
CÂNCER: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
DERRAME: Resistência. Rejeição à vida.
DIABETES: Tristeza profunda.
DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de auto-valorização.
DOR NOS JOELHOS: medo de recomeçar, medo de seguir em frente. Pessoas
que procuram se apoiar nos outros.
ENXAQUECA: Raiva reprimida.. Pessoa perfeccionista.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro(a).
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
HEMORRÓIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
INSÔNIA: Medo, culpa.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
PRESSÃO BAIXA: Falta de amor quando criança. Derrotismo.
PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
PULMÕES: Medo de absorver a vida.
QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
REUMATISMO: Sentir-se vitima.. Falta de amor. Amargura.
RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição.
RINS: medo da crítica, do fracasso, desapontamento.
SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
TIREÓIDE: Humilhação.
TUMORES: Alimentar mágoas... Acumular remorsos.
ÚLCERAS: Medo.. Crença de não ser bom o bastante.
VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Curioso não?

Por isso vamos tomar cuidado com os nossos sentimentos.Principalmente
daqueles, que escondemos de nós mesmos.
Quem esconde os sentimentos, retarda o crescimento da Alma'.

Remédios indicados: Auto-estima, Perdão, Amor

terça-feira, 20 de julho de 2010

A BIOLOGIA DO PENSAMENTO


Bruce Lipton REVISTA PLANETA
O cientista que ajudou a revolucionar a biologia, ao examinar as reações
químicas nas células apoiado na física quântica, afirma que é a mente que
modela a vida das pessoas.
Um respeitado pesquisador de células-tronco, o norte-americano Bruce Lipton rompeu
as fronteiras da biologia tradicional ao incorporar a ela conceitos da física quântica.
Idéias surgidas a partir dessa ótica, como a equivalência da membrana celular ao
"cérebro" das células e o controle que o ambiente exerce sobre as células a partir de
suas membranas, confirmam a íntima relação mente-corpo e indicam como podemos
usar os pensamentos para assumir o controle de nossa vida. Lipton relata sua
extraordinária trajetória em "A Biologia da Crença" (Ed. Butterfly), tema da entrevista a seguir.

PLANETA - O que é a "nova biologia" a que o senhor se refere em seu livro?
Bruce Lipton - Quando introduzi esses conceitos, em 1980, quase todos os meus colegas cientistas os consideraram inverossímeis. Mas a profunda revisão que a biologia convencional tem feito desde aquela época a leva hoje às mesmas conclusões a que cheguei 25 anos atrás.
Os cientistas sabem que os genes não controlam a vida, mas a maior parte da imprensa
ainda informa ao povo o contrário. As pessoas atribuem inicialmente suas deficiências e doenças a disfunções genéticas. As crenças sobre os genes levam-nas a se ver como "vítimas" da hereditariedade.
Os biólogos convencionais ainda consideram que o núcleo (o componente interno da
célula que contém os genes) "controla" a vida, uma idéia que enfatiza os genes como o
fator primário desse controle. Já a nova biologia conclui que a membrana celular (a
"pele" da célula) é a estrutura que primariamente "controla" o comportamento e a
genética de um organismo.
A membrana contém os interruptores moleculares que regulam as funções de uma célula
em resposta a sinais do ambiente. Para exemplificar: um interruptor de luz pode ser
usado para ligá-la ou desligá-la. O interruptor "controla" a luz? Não, já que ele é
controlado pela pessoa que o aciona. Um interruptor de membrana é análogo a um
interruptor de luz quando liga ou desliga uma função celular, ou a leitura de um gene,mas ele é, de fato, ativado por um sinal do ambiente. A nova biologia enfatiza o
ambiente como o controle primordial na biologia.
Sua teoria também está relacionada à física quântica...
Pela medicina convencional, os "mecanismos" físicos que controlam a biologia se
baseiam na mecânica newtoniana, a qual enfatiza o reino material (átomos e moléculas).
Já a nova biologia considera que os mecanismos da célula são controlados pela mecânica quântica. Ela se concentra no papel das forças de energia invisíveis que formam, coletivamente, campos integrados e interdependentes.
Para a mecânica quântica, as forças invisíveis em movimento nos campos são os
fatores fundamentais que modelam a matéria. Os cientistas também reconhecem que as
moléculas do corpo são controladas por freqüências de energia vibracional, de forma que a luz, o som e outras energias eletromagnéticas influenciam profundamente todas as funções da vida.
Entre as forças energéticas que controlam a vida estão os campos eletromagnéticos
gerados pela mente. Na biologia convencional, a ação da mente não é incorporada à
compreensão da vida. Por isso, é uma surpresa a medicina reconhecer que o efeito
placebo responde por pelo menos um terço das curas médicas, incluindo cirurgias. Ele
ocorre quando alguém sara devido à sua crença de que um remédio ou procedimento
médico vai curá-lo, mesmo se o medicamento for uma pílula de açúcar ou o procedimento for uma impostura.
A nova biologia ressalta o papel da mente como o fator primordial a influenciar a saúde.
Nessa realidade, uma vez que controlamos nossos pensamentos, tornamo-nos mestres
de nossa vida, e não vítimas dos genes.

Em que a nova biologia difere do darwinismo?
Ela frisa que a evolução não é conduzida pelos mecanismos sublinhados na biologia
darwiniana. A teoria de Darwin oferece dois passos básicos para explicar como a
evolução ocorreu: 1) mutação aleatória, a crença de que as mutações genéticas são
randômicas e não influenciadas pelo meio ambiente a evolução é conduzida por "acidentes"; 2) seleção natural, na qual a natureza elimina os organismos mais fracos
numa "luta" pela existência, na qual há vencedores e perdedores.
Em A Biologia da Crença, Lipton (alto) explica a íntima relação entre mente e corpo e o poder do pensamento na cura.
Novas descobertas oferecem uma imagem diferente. Em 1988, uma pesquisa revelou
que, quando estressados, os organismos têm mecanismos de adaptação molecular para
selecionar genes e alterar seu código genético. Ou seja, eles podem mudar sua genética em resposta a experiências ambientais. Outros estudos mostram que a biosfera (todos os animais e plantas) é uma gigantesca comunidade integrada que se baseia em uma cooperação das espécies. A natureza não se importa com indivíduos numa espécie, mas com o que a espécie como um todo está fazendo para o ambiente.
Segundo a nova biologia, a evolução: 1) não é um acidente; 2) baseia-se em
cooperação. Uma teoria mais recente sobre o tema ressaltaria a natureza da harmonia e
da comunidade como uma força motriz por trás da evolução.
Como o senhor concluiu que podemos comandar e mudar nossas células e genes?
Minhas primeiras idéias científicas basearam-se em experiências que comecei em
1967, usando culturas de células- tronco clonadas. Nesses estudos, células
geneticamente idênticas foram inoculadas em três placas de cultura, cada qual com um
diferente meio de crescimento. Em uma placa, as célulastronco se tornaram músculo;
em outra, células ósseas; na terceira, células de gordura. Meus resultados, publicados em 1977, revelam que o ambiente controlou a atividade genética das células.
Esses estudos mostram que os genes propiciam o surgimento de células com
"potenciais", os quais são selecionados e controlados pela célula a partir de condições ambientais. As células ajustam dinamicamente seus genes de forma que eles possam adaptar-se às demandas do ambiente.
Mais tarde, descobri que a membrana celular equivalia ao cérebro da célula. No
desenvolvimento humano, a pele embriônica é a precursora do cérebro. Nas células e no
ser humano, o cérebro lê e interpreta a informação ambiental e então envia sinais para controlar as funções e o comportamento do organismo.

Quem está no comando do nosso corpo?
Nas primeiras semanas do desenvolvimento do embrião, os genes basicamente
controlam o desenvolvimento do plano corporal de um humano (criam dois braços, duas
pernas, etc.). Uma vez que o embrião toma a forma humana (torna-se um feto), os
genes assumem uma posição secundária, controlando o desenvolvimento do corpo pela
informação ambiental. Durante esse período, a estrutura e a função do corpo fetal são
ajustadas em resposta à percepção do ambiente da mãe, que, via placenta, influencia a
genética e a programação comportamental do feto.
A "leitura" dos sinais ambientais (no útero e após o nascimento) capacita as células
do corpo e seus genes a fazer ajustes biológicos para sustentar a vida. Como os sinais ambientais são lidos e interpretados pelas "percepções da mente", a mente se torna a força básica que, em última instância, modela a vida de uma pessoa.

Como os campos energéticos controlam a bioquímica do corpo?As funções do corpo derivam do movimento das moléculas (basicamente proteínas).
As moléculas mudam de forma em resposta a cargas eletromagnéticas ambientais.
Influências físicas tais como hormônios e remédios podem oferecer essas cargas
elétricas indutoras de movimento. Mas campos de energia vibracional harmonicamente
ressonantes também fazem as moléculas mudar de forma e ativar suas funções.
Enzimas de proteínas podem ser ativadas num tubo de ensaio por substâncias químicas
e por freqüências eletromagnéticas, como ondas de luz.
Podemos evitar doenças enviando mensagens positivas para nossas células?
Só 5% das doenças humanas são relacionadas a defeitos genéticos de nascença.
Portanto, 95% de nós nascemos com um genoma adequado a uma vida saudável. Para
os doentes dessa maioria, a pergunta é: por que estamos tendo problemas de saúde?
Reconhece-se hoje que o estilo de vida causa mais de 90% dos problemas de coração,
mais de 60% dos casos de câncer e, talvez, todos os casos de diabete tipo 2. Quanto
mais olhamos, mais vemos como nossas emoções, reações à vida, dieta pobre, falta de
exercício e estresse modelam nossa vida. Como temos um controle significativo sobre
nosso organismo, podemos reprogramar a saúde e a vida com nossas intenções. Se de
fato soubessem como o seu organismo funciona, as pessoas poderiam influenciar sua
saúde, e isso seria o melhor preventivo para a doença.
É possível remodelar nossos pensamentos mais profundos?
O problema é que não entendíamos como a mente trabalha. Temos duas mentes, a consciente e a inconsciente. Associamos a primeira à nossa identidade pessoal é a mente pensante, racional. A mente subconsciente opera sem a supervisão da consciente é a "mente automática". Se as crenças da mente subconsciente conflitarem com os desejos da mente consciente, quem ganhará? A resposta é clara: a mente subconsciente, pois ela é uma processadora de informações um milhão de vezes mais poderosa do que a outra e, como os neurocientistas revelam, opera em torno de 95% do tempo.
Pensávamos que se a mente consciente se tornasse cônscia de nossos problemas,
automaticamente corrigiria quaisquer programas negativos descarregados na mente
subconsciente. Mas isso não funciona, porque a mente subconsciente é como um
gravador ela grava comportamentos (os fundamentais, na maioria, são armazenados
antes dos seis anos de idade) e, ao se apertar um botão, o programa será repetido
incontáveis vezes (hábitos). Não existe uma "entidade" na mente subconsciente que
"ouça" o que a mente consciente quer.
Pensamentos positivos funcionam quando a meta desejada é apoiada pelas intenções
da mente consciente e pelos programas da mente subconsciente. Quanto a isso, existem
três maneiras de mudar crenças velhas, limitantes ou sabotadoras na mente subconsciente: a meditação budista mindfulness, a hipnoterapia clínica e a chamada
"psicologia da energia". Todos esses métodos são discutidos na seção "Resources" do
meu site (www.brucelipton.com).

sexta-feira, 16 de julho de 2010

terça-feira, 29 de junho de 2010

O truque para meditar já.


Experimente meditar com um exercício mental lúdico e eficaz: o da caixa mágica! O truque é observar todas as imagens que lhe vierem à cabeça e deixar a imaginação voar alto.

Você sempre ouve dizer que o para meditar é preciso esvaziar a mente, certo? Mas, para o professor inglês Bill Anderson, autor do livro Viva melhor: meditação (Publifolha), a coisa não precisa ser assim. Segundo ele, se entregar à meditação não significa, necessariamente, afugentar qualquer imagem que passar pela cabeça.

O segredo não é manter total controle sobre os pensamentos, e sim observá-los, jogando a luz da percepção sobre nossas imagens mentais e seus significados ocultos. “Um bloqueio comum entre as pessoas que se iniciam na meditação é a impossibilidade de esvaziar a mente”, afirma o autor, para quem o esforço do “não pensar” representa uma negação da realidade. “Mas só quando a exploramos por completo e damos total atenção ao seu conteúdo é que conseguimos viver as experiências e a riqueza da vida na totalidade”, completa.

Ou seja: visitar cada um dos cantinhos da sua consciência – às vezes, até batendo na porta do inconsciente – e fazer amizade com os pensamentos que encontrar por lá é fundamental para se tornar capaz de experimentar a real meditação. Que tal, então, investir em um exercício prático para fortalecer sua atenção plena? O passo a passo abaixo, descrito por Bill Anderson em seu livro é simples, rápido e pode ser realizado várias vezes, sempre que você desejar. Mente à obra!

Exercício da Caixa
Nesta técnica, uma caixa é usada como foco da meditação. Ao visualizá-la, deixe a imaginação voar alto. Permita que itens “apareçam” e “desapareçam” da caixa como bem entenderem – eles representam pensamentos e sentimentos que tem tudo a ver com você.


1. Coloque uma caixa vazia diante de você e observe-a por alguns minutos. Quando se sentir pronto, feche os olhos e visualize-a na mente.


2. Imagine que a caixa representa a mente e que, ao abri-la, você encontra objetos nela. O que existe dentro da caixa? São itens que representam sua vida, sua personalidade ou seu estado de espírito? Talvez apareçam objetos aparentemente sem sentido, mas que podem ser mensagens do inconsciente.


3. Mentalmente, retire cada item da caixa. Que sentimentos cada um deles desperta em você? Aceite esses sentimentos, quaisquer que sejam. Para finalizar a meditação, imagine-se repondo cada item na caixa e, depois, fechando a tampa. Respire fundo algumas vezes e abra os olhos.

terça-feira, 22 de junho de 2010

segunda-feira, 21 de junho de 2010

A projeção da sua energia



"Todos nós nos projetamos enquanto dormimos!"

Esta afirmação certamente pode assustar você, mas deve compreender que poucos são os que sabem que se trata de um fenômeno corriqueiro na vida de cada um de nós.

Muitos são os motivos que fazem com que duvidemos da existência desse fenômeno, mas o principal é o “medo do desconhecido”.

Este fenômeno ocorre para que possamos repor a energia que utilizamos enquanto estivemos acordados, para que ao acordar novamente, estejamos revivificados, renovados e prontos para mais uma jornada de novo desgaste energético.

Em outras palavras, a possibilidade de você estar em algum lugar, enquanto seu corpo físico permanece imóvel no quarto. A experiência é conhecida com vários nomes: projeção astral para os teosóficos, viagem astral para os esotéricos, experiência fora do corpo na parapsicologia ou desprendimento espiritual no espiritismo.

Acreditamos que o ser humano possui, além do corpo físico, uma energia que pode ser exteriorizado de forma consciente, em um plano da realidade intermediário entre o plano físico e o energético.Em geral as projeções acontecem espontaneamente, quando o metabolismo do corpo diminui durante o sono e relaxamentos. Embora a ciência não explique, há muitas pessoas que afirmam ter passado pela experiência.

Entre os sinais típicos durante a projeção, estão a sensação de leveza, de deslocamento e visualização do próprio corpo. O ser humano se liberta das leis que regem o plano físico e assim podem flutuar, tomar formas diferentes e até ir a outros lugares com a força do pensamento.

terça-feira, 15 de junho de 2010

O Desenvolvimento da Auto-estima




Este é um exercício singelo e tremendamente útil e efetivo. Vai te fazer se sentir bem. Pratique-o todas as vezes que quiser!

1. Faça uma imagem mental de ti mesmo. Pensa em como se vê. Como é a imagem? (Forte ou débil, grande ou pequena, com ou sem movimento, brilhante ou obscura…). Em resumo: É positiva ou negativa?

2. Elimine o negativo: Por exemplo: Se vir uma imagem que não obtém metas, troque-a. Se sua imagem física não for o que você quer, ajuste-a, etc.

Deixe que a imagem represente seus pontos fortes, suas melhores habilidades, que se veja como quando obtiveste uma meta que tinha desejado muito.

3. Faça mudanças na imagem que sejam muito atrativas e motivadoras para você, por exemplo: Deixe ela grande, brilhante, em cores, em três dimensões, com movimento. Adiciona tudo aquilo que a faça mais atrativa e que te estimule a atuar. Pode provar e ir fazendo ajustes, até que se sinta bem satisfeito, com mudanças nos seguintes parâmetros:

Visual:

Cor / Branco e negro
Brilho
Contraste
Foco
Plano/ Três dimensões
Detalhes
Tamanho
Distância
Localização
Movimento (ou não)

Auditivo:

De onde vem (o som)
Tom
Volume
Melodia
Ritmo
Duração

Cinestésica:

Tipo se sensação (calor, frio, tensão…)
Intensidade
Lugar
Move-se? (A sensação)
Contínua ou intermitente
Lenta ou rápida

4. Como se sente com a nova imagem? A maioria das pessoas que pegam um tempo para fazer este singelo exercício, descobrem que sua sensação de auto-estima melhora notavelmente. Descobriu-se que quando as imagens que uma pessoa tem de si mesma, são positivas e intensas, sentem uma grande auto-estima.

Titulo Original: http://www.personal.able.es/cm.perez/pnl.htm

LANÇAMENTO DIGITAL SOURCE - Roberto Gilmore - Alice no País do Quantum



Robert Gilmore - Alice no País do Quantum

Bem vindos ao país do Quantum!
Desta vez Alice não vai ao país das Maravilhas e sim ao país do Quantum. Para isso, ela ficará do tamanho de uma partícula nuclear e entrará num mundo surpreendente: a terra da física quântica. Um país que tem como moradores os fótons, os elétrons e algumas figuras geniais que vão acompanhar Alice nesta aventura intelectual. A cada capítulo um novo lugar é explorado e, em cada lugar um aspecto da mecânica quântica é desvendado. O contador de incertezas, o corretor de estados, os três irmãos quarks, o imperador e outros personagens vão ensinar para Alice como dois átomos podem estar no mesmo lugar ao mesmo tempo, equilíbrio e flutuação de energia, colisões de partículas, materialização, realidade virtual e muitas teorias científicas. Mas tudo de forma clara e sem equações matemáticas. Com esta alegoria fica fácil entender a física quântica. De forma divertida e ilustrada este livro esclarece, para leigos, pontos científicos cruciais. Coisas complexas se tornam muito simples e divertidas nesta história, capaz de fazer qualquer um entender melhor o mundo em que vivemos.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

MEMÓRIA, ENVELHECIMENTO E GINÁSTICA CEREBRAL


É comum encontramos pessoas que se aposentaram por volta dos 50 anos. Julgam-se cansadas e querem descansar. Querem estar livres de horários, compromissos etc. Então assistimos ao desaquecimento progressivo da atividade cerebral. Já não são obrigadas a cumprir horários, não necessitam arrumar-se, aos poucos vão perdendo o convívio social com seus colegas de trabalho, depois com seus amigos pessoais, não cansam a mente trabalhando, ela (a mente) está agora relaxada, bem relaxada. Já não precisam pensar! O quadro que podemos ver é uma pessoa sem motivação, sem planos ou projetos, sem desafios, deitadas no sofá assistindo passivamente à TV. Seu cérebro acabou de aposentar-se também. Vêm a melancolia, a tristeza, desmotivação. O cérebro não se exercita mais... vai desligando-se, esquecendo... A pessoa triste conclui “estou velha”! “Estou perdendo a memória”. “Estou sozinha”. Não serve mais pra nada, seu tempo já passou.



Os idosos ficam em frente à TV muito tempo, isso não é ruim, mas não pode ser durante o tempo todo. Às vezes, são superprotegidos. São colocados em estado de completa inanição. Acelera-se o processo de envelhecimento. Os neurônios (as células do cérebro) morrem por ficar muito tempo em silêncio.

As pessoas com menos atividade não apresentam qualquer lesão cerebral, apenas uma espécie de desaceleração. Essa desaceleração leva a uma diminuição da função cerebral e não o inverso: não é porque as células do cérebro, os neurônios adormeceram que surgem perdas de memória. É exatamente o contrário: é porque o cérebro está sem atividade que as células adormeceram...

Outros fatores de perdas de memória:

- A FALTA DE ATENÇÃO. Se você não prestou atenção não vai guardar uma informação.

- A DEPRESSÃO enfraquece e diminui a capacidade do cérebro.

- O STRESS crônico, a ansiedade, o medo deixam o cérebro em estado de alerta e ele não pode funcionar plenamente.

- O PESSIMISMO generalizado – a pessoa que acha que está tudo ruim, nada presta, nada vai dar certo, absolutamente nada, acaba enfraquecida.

- O uso exagerado do ÁLCOOL danifica as células nervosas.

- Certos REMÉDIOS INTOXICAM a pessoa e seu organismo deixa de funcionar no seu potencial.

- A DESMOTIVAÇÃO também embota o cérebro.



O segredo é manter-se ativo. Motivado! O conceito de velhice está mudando... Os idosos têm muito a viver e a contribuir.

Hoje em dia se vive muito mais. O que você vai fazer? A quê vai se dedicar? Procure ser útil! Como vai preencher sua vida de forma agradável e saudável? Busque o prazer na vida. Você tem direito a ele.

O Cérebro precisa trabalhar para manter-se bem. Verdi compunha óperas aos oitenta e um anos. Ticiano tinha mais de oitenta anos quando começou a esculpir a Pietá. Roberto Marinho, Barbosa Lima Sobrinho trabalharam até com mais de 90 e 100 anos. Oscar Niemayer continua fazendo projetos em arquitetura. E tantos outros.

O cérebro possui cerca de 100 bilhões de neurônios. Estudos verificaram que utilizamos apenas 1/5 de nosso estoque. Ao envelhecermos perdemos cerca de 10% de nossa capacidade cerebral. Isto significa muito pouco comparado ao que possuímos e não chega a afetar nosso pensamento.

Na reabilitação fonoaudiológica de pacientes com danos cerebrais é preciso ativar o funcionamento cerebral de áreas cujos neurônios estão adormecidos, inativos ou danificados. A reeducação permite a recuperação da função perdida. É preciso ensinar o neurônio substituto a sua nova tarefa. Após o treinamento, estudos de mapeamento mostraram que o número de neurônios em atividade aumentou. O cérebro, da mesma forma que um músculo do corpo, desenvolve-se pelo uso. Quanto mais você usa, mais ele se manterá em forma.

O cérebro possui áreas especializadas nas diversas funções, como ler, falar, resolver problemas, ouvir música etc. É preciso ativar o cérebro nas diferentes áreas, com diferentes e diversificadas atividades. O cérebro adora novidades. Você pode sozinho ativar seu cérebro quando realiza variadas atividades. Você estimula seu cérebro quando sai da rotina.

Existem vários tipos de memória: a memória auditiva, a memória visual, a memória cinestésica que é a da ação, como andar de bicicleta, abotoar-se ou dar laços no sapato. A primeira condição para uma boa memória é prestar atenção ao fato ou ao momento. Muitas vezes dizemos que não guardamos aquele fato ou momento, mas na verdade nem prestamos atenção a ele. Não chegamos a armazenar o fato, por isso não vamos lembrar o que não chegou a ser armazenado na memória. Uma boa dica é procurar associar duas ou mais memórias na atividade que você realiza. Por exemplo, se você deseja guardar o nome de uma pessoa, deve ver a pessoa, prestar atenção ao seu rosto, observar alguma característica de ele ouvir atentamente seu nome, repeti-lo mentalmente duas ou três vezes, associá-lo ao nome de alguém que você conhece. Nesta atividade, você acabou de ativar 6 diferentes áreas no seu cérebro. Potencializou sua memória. Você terá agora 6 pistas para lembrar o nome daquela pessoa. Outro exemplo: você vai fazer compras no supermercado, faça uma lista, imagine-se pegando cada produto que vai comprar, imagine-se utilizando cada produto (faça um filme na sua cabeça), repita mentalmente o nome do que vai comprar. Veja mentalmente onde ele está armazenado no supermercado. Depois vá ao supermercado e faça suas compras e só no final, verifique sua lista escrita, se não esqueceu alguma coisa. Será muito divertido e você estará estimulando seu cérebro em várias áreas. Estará fazendo uma ginástica cerebral.

Cito aqui alguns exercícios, muitos deles realizo em consultório com meus pacientes, mas você pode experimentá-los sozinho.

Chamo a atividade de exercitar o cérebro em diferentes áreas de ginástica cerebral. O exercício aumenta a oxigenação e circulação do cérebro, além de potencializar a memória.
O cérebro adora novidades. Ativamos o cérebro sempre que fazemos algo novo ou quando aprendemos alguma coisa nova.

Você pode sozinho ativar as diferentes áreas cerebrais:

- Saia de casa, tenha atividades sociais (muito importante para a saúde mental);

- Seja flexível, veja um problema por diferentes prismas, como se fossem diferentes pessoas;

- Procure seus amigos;

- Mantenha-se sempre ativo;

- Experimente escovar os dentes com a outra mão (abra o tubo e coloque pasta na escova com a outra mão; esse pequeno gesto ativa outras áreas do cérebro);

- Vista-se com uma mão só. Um dia com a direita, outro com a mão esquerda;

- Arrume-se; use uma roupa de uma cor diferente das usuais;

- Experimente escrever com a mão “errada”;

- Saia da rotina;

- Varie a ordem de sua rotina;

- Escolha um caminho diferente;

- Leia um livro;

- Leia em voz alta (ativa outras áreas);

- Ouça música;

- Troque de estação do rádio para uma diferente;

- Vá ao teatro e ao cinema;

- Assista a um documentário;

- Faça palavras cruzadas;

- Durma do outro lado na cama, durma virado para os pés da cama, de vez em quando, só para variar;

- Tenha mais contato com a natureza. Observe a natureza;

- Experimente sabores diferentes dos usuais;

- Dedique 1 dia a um sentido diferente (a todos os cheiros, formas geométricas, cores, sons, etc...);

- Preste atenção a todos os sons e cheiros na rua, junto ao pipoqueiro, à padaria, supermercado, peixaria, hortifrute;

- Compre argila, modele um peixe, uma flor, etc;

- Pinte uma tela. Faça de conta que é um artista;

- Faça de contas que é um cantor. Cante sua música;

- Preste atenção a sua refeição, sabor, cheiro, textura do alimento, talher, louça, conversas, risos;

- Inicie um hobby novo;

- Cuide de uma planta, um aquário;

- Pratique o relaxamento;

- Experimente um banho com óleos aromáticos, perfumes diferentes, etc;

- Pratique a meditação;

- Exercite seu corpo;

- Escreva uma história, um conto, uma poesia;

- Faça exercícios respiratórios;

- Faça exercícios físicos moderados;

- Decore um verso, uma música, lista de compras;

- Faça aulas de dança ou pratique a dança;

- Faça aula de culinária;

- Associe uma música a uma cor, a um cheiro;