quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Doenças e as causas emocionais

Pesquisadores fizeram um teste, colocou-se um copo de água em um ambiente com pessoas negativas e outro copo com pessoas fazendo orações, a água da oração era clara e transparente enquanto a outra água olhada com equipamento apropriado tinha partículas escuras. Nosso corpo e 80% água, já dá pra imaginar o que acontece quando estamos negativos. Acredito que nessa afirmação de que toda doença tem fundo emocional é de que toda pessoa com emoções negativas, terão seus sistemas imunológicos abalados. Isso e vibração.


Mesmo diante de uma queda que provocou uma fratura em seu corpo podemos acreditar que não provém de uma sentimento certo? Errado. Aconteceu algo dentro de você que te levou para aquele acontecimento justamente relacionado ao seu sentimento.

Os acidentes: tem a ver com a incapacidade de defesa, frustração, rebelião e raiva, você também atrai para sua vida o que cultiva, o que dá importância. Por isso um bom aconselho é que pare de ver notícias ruins, filmes de mortes e acontecimentos que agucem seus sentimentos pois comisso você estará sentindo-se incapaz de fazer algo para ajudar, como consequência, sente-se frustrado, e com raiva da situação. Tudo isso é interligado, e quase não percebemos mas estamos prejudicando a nós mesmos.

Eu não sei que religião segue, mas em quase todas se parar pra analisar ensinam a mesma coisa, Buda ensinou a amar, a meditar em busca de um equilíbrio, a aflorar o que há de melhor dentro de você e afastar os sentimentos ruins. Jesus (embora seu nome verdadeiro não seja esse) também ensinou a mesma coisa, a não murmurar, a ver o lado bom de tudo, com isso verdadeiramente praticado, seu sentimento muda, sua vida muda, tudo flui melhor e o negativismo passa longe dando margem ao que há de melhor dessa vida.


Com o sofrimento emocional e psicológico seu corpo produz cortisol, o hormônio do stress e com a repetição desta descarga hormonal seu organismo vai ficando cada vez mais e mais debilitado a ponto de adoecer e cada tipo de sentimento leva a um tipo de doença.

Existe também a não manifestação da doença no corpo, mas e sentida como se estivesse lá, isso chamamos de Somatização. É quando uma pessoa apresenta sintomas físicos mesmo não havendo uma doença física - a causa destes sintomas é emocional. Por exemplo, o caso da pessoa que sente taquicardia, o coração dispara e ela vai ao médico achando que está com problema no coração, chegando lá ela faz exames, e não acusa nada, o médico dispensa o paciente dizendo que ele está bem fisicamente. Esta taquicardia pode ser sintoma de pânico - síndrome do pânico. Isso é somatização. O sofrimento físico é um reflexo do sofrimento emocional, que está escondido. O correto nessa situação é que o médico encaminhe a pessoa para um tratamento com psicólogo.


Existem doenças iniciadas por aflições psicológicas, vão desde alergias, bulimia, infertilidade, infarto e diabetes. As aflições psicológicas podem ter ocorrido na infância, como separação da criança da mãe, ou por força do trabalho, os abusos que a criança sofreu, abusos verbais ou físicos, coisas fortes que foram ditas à criança, ou bater na criança. Eventos estressantes, não só na infância, mas em qualquer fase da vida, morte de alguém próxima, mudança de casa, ou insatisfação no trabalho, ou problemas com o marido, com o namorado, tudo isso pode estar desencadeando uma doença psicossomática. O corpo fica doente, e de início a pessoa não faz relação com estes problemas, acha que não tiveram nada a ver com a doença, mas tem relação sim.



O sofrimento mental tem que ser trabalhado por que ele fica lá guardadinho, quietinho, você pensa que está esquecido, mas ele está lá agindo secretamente, e se você não trabalhar seu emocional, esse sofrimento pode encontrar uma forma de se manifestar, uma válvula de escape, que é o sintoma, que aos poucos vai fazendo seu corpo ficar doente. Todo sintoma tem a mesma função, te alertar de que alguma coisa não está indo bem, que você tem que tratar essa coisa.


Pare e comece a ver o que está errado na sua vida: Seu relacionamento com amigos e colegas? Seu casamento? Insatisfação no trabalho? Preste atenção a tudo que está ocorrendo. Trate o emocional, porque o corpo só está a responder o que você sente. Somos responsáveis por tudo que nos acontece, temos o hábito de culpar alguém ou alguma coisa, mas a verdade e que somente você pode mudar essa situação.
Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão e não-gratidão.


Assim como criamos as doenças, podemos destruí-las. A cura é uma combinação do tratamento físico com o reposicionamento interior.
Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar. Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.
Perdoar dissolve o ressentimento.



A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças, e suas prováveis causas.


Aborto espontâneo - O medo do futuro. Programação intempestivas. 
Abscessos: A pessoa se sente ferida: menosprezo, vingança.
Acidentes – Crença em violência ou na necessidade de receber castigo, raiva. Incapacidade de defender-se. Deixa inconscientemente que as outras pessoas o atinja em acidente. Procure repensar nas suas atitudes e no que acredita, tenha consciência que isso vai interferir na sua vida de uma maneira que o único prejudicado será você.

Acne – Individualidade ameaçada. Não se aceitar; desamor de si.Procure ter mais harmonia, medite, faça uma limpeza de pensamentos, acredite mais em seu potencial.
Adenóides - Atritos familiares, discussões. Criança se sente mal querida.
Afta - autopunição por sentir-se despreparado e negar a própria capacidade.
Aids – Sentimento de desamparo e desesperança. Inutilidade firme convicção. A abnegação, culpa sobre sexualidade.

Alcoolismo – Sentimentos de futilidade, inadequação, culpa e auto rejeição.
Alergias – Talvez você não confie mais na força que possui. Pode estar com dificuldades de lidar com o meio em que vive. Fica nervoso e irritado com as atitudes das outras pessoas com quem convive. Agressividade reprimida. Acredite o mundo não está contra você, está negando o poder que tem, está defendendo-se de que? Se você tem alergia procure ser mais calmo e compreensivo com os que o rodeiam, você quer ser aceito aceite também.
Alzheimer - Recusando-se a encarar a vida. Desesperança e impotência. 
Amenorreia – (ausência de menstruação) regressão na maturidade feminina, apego a situações ou pessoas que foram marcantes.


Amigdalite – Emoções, criatividade sufocada, raiva reprimidas. Incapacidade de expressar essa raiva.
Amnesia - Medo. Fuja da vida. Incapacidade de defender. 
Anemia – Falta de prazer; desinteresse da vida, falta de confiança em si, medo da vida. Renove o seu interesse pela vida, você consegue, tudo leva tempo, se os outros podem você também pode. 
Aneurisma – (dilatação anormal de um vaso sanguíneo causado pelo enfraquecimento das paredes do vaso). Negação da própria fragilidade e limitações, abraçando causas externas. Alta responsabilidade para se manter no poder e controle da situação. 
Angina – (dor sufocante) Firmeza aparente, que esconde amarguras e
sofrimentos. Dos falsos valores, perda da motivação e entusiasmo pela vida.


Anorexia - (falta de apetite). Ódio ao externo de si mesmo. 
Ansiedade - Sua preocupação é um reflexo de sua falta de confiança na vida, no universo, reavalie sua postura frente a tudo isto. Sem confiança no fluxo e no processo da vida fica difícil prosseguir.
Aparelho respiratório – (problemas). Pessoas que estão sempre desesperadas, correndo e querendo fazer tudo ao mesmo tempo. O resultado disso é que, muitas vezes, elas não terminam nenhum de seus afazeres, ou acabam não fazendo nada direito.
Apendicite – Medo da vida; bloqueio do fluxo das sensações. Ou Isto revela que está sendo muito severo com os outros ou consigo mesmo. Aprenda a perdoar.
Arteriosclerose – (diminuição da elasticidade arterial). Resistência; tensão; abertura mental estreita. Recusa em ver o bem. Resistência ao novo.

Artrite – Amargura, ressentimento, crítica, perfeccionismo inflexibilidade, sentimentos de desamor. Pessoa muito crítica com as outras pessoas que a rodeiam, sejam elas amigos, familiares, conhecidos etc…
Você também é uma pessoa insistente, talvez levando essa insistência longe demais. Às vezes é bom deixar de lado, desistir de alguma situação difícil, caso não esteja recebendo o apoio de que necessita. Aceite ajuda sem criticar, cada um dá o que tem e o que pode, veja o lado bom das coisas.

Asma – Super sensibilidade; Complexo de culpa. Amor sufocante. Incapacidade de respirar por si, sentindo-se contido. Choro reprimido. Super sensibilidade; amor sufocado; supressão do choro, sentimentos sufocados. Você é livre para mudar o curso de sua vida quando quiser. Solte-se, chore, abra seu coração, não tenha medo.E não se esqueça, todo mundo é livre.
Asma brônquica - sentimento de inferioridade disfarçado pelo desejo de poder e controle do ambiente.


Ataques, golpes, congestão – Rejeição da vida, auto violência, resistência extrema. Pensamentos negativos, quem não é feliz. 
Bexiga (problemas) – Ansiedade; resistência contra novas idéias, segurando a dor para si mesmo.
Boca (problemas) – Incapacidade de engolir ideias; fixação de opiniões e mente fechada.
Bocejo - mobilização orgânica para refazer-se do desgaste físico ou da perda energética, desprendimento da negatividade agregada.


Bronquite – Ambiente familiar inflamado. Incapacidade de expressar sentimento de agressão. Necessidade de chamar atenção, isolar-se ou fazer chantagem.


Bulimia - Ódio de si mesmo, achando não ser bom o suficiente.
Bursite – Raiva reprimida, vontade de bater em alguém. 
Câimbras – Tensão; segurar-se; oprimir-se.
Cálculos renais - apego às complicações afetivas. Cultivar mágoas e cultivar excessivamente os entes queridos.


Calos - Conceitos e ideias endurecidos. Medo solidificou. 


Calos nas Cordas Vocais - revolta e aspereza na forma de falar.


Calvície - Medo e tensão. Eu tento controlar tudo. A desconfiança no processo da vida.


Canal - índole, senso moral e familiar.


Câncer- Ressentimento profundo


Cancro ou câncer– Profundos segredos ou aflições corroendo o Eu; retenção longa dos ressentimentos; ferimentos profundos, ódio guardado, retenção longa de sentimentos. Profundamente magoado. Existe em você uma mágoa profunda que está destruindo seu ego. Cure os antigos ressentimentos e aceite a vida como ela é; as coisas como elas são.
Perdoe e liberte o seu passado, renove seus pensamentos.
Viva no aqui e agora mágoa profunda, ressentimento antigo, grande segredo ou pesar comendo o eu, carregando ódios, pra que?
Cáries - indecisão, perda da solidez interior.


Catarata – Futuro pouco claro; inabilidade de ver a frente.
Caxumba - sentimento de impotência.


Celulite - Preso a sofrimentos da primeira infância. Agarrando-se aos trancos e barrancos do passado. Dificuldade em avançar. Medo de escolher a própria direção.
Ciática (dor na perna, fraqueza e formigamento) – Medo do dinheiro e do futuro.
Cirrose - autodestruição.


Cistite - irritação com o parceiro ou com as intrigas no lar, traumas sexuais ou culpa pelas atitudes incorretas de alguém querido.


Cistos - criatividade sufocada, culpa pelas ideias que deram errado.


Coagulação sanguínea – Incapacidade de se refazer mediante as perdas.
Coceira – Desejos insatisfeitos, ânsia por alguma coisa, irritação, remorso; punição e culpa. Vontade de sair da própria pele. Insatisfação com a dedicação ou a forma como é tratada pelos outros.


Coceira vaginal - expectativas frustradas em relação ao prazer ou ao parceiro.
Colesterol – Obstrução dos canais da alegria; medo de aceitar a alegria. Permita-se amar mais e dê espaço para o outro ser o que é. Abandone seus pensamentos negativos.
Cólica menstrual – Rejeição da condição de mulher, medo culpa.
Cólica renal - apego a quem ama, não admitir nenhum tipo de ruptura no relacionamento.


Colite - (infamação no intestino grosso) Pais superexcitados; opressão, menosprezo; necessidade de afeto.
Coluna – (problemas). Geralmente essas pessoas gostam de fazer tudo sozinhas e depois, acabam sempre reclamando que ninguém dá uma mãozinha. Incapacidade de apoiar-se, falta de confiança na vida. Vença sua dificuldade em criar harmonia com a vida.


Coma - Medo. Tenta escapar de alguém ou algo.


Compulsão Alimentar - Aprenda a se aceitar mais. Pare de se culpar. Seu medo de ser criticado pode destruir você. Pra quê ficar preocupado com o que acham de você, críticas podem ser construtivas se olharmos pelo lado bom. Você só tem a crescer melhorando o que está ruim.

Conjuntivite - Raiva e frustração sobre o que você vê na vida. 
Coração – Problemas emocionais sérios longamente suportados; falta do prazer, rejeição da vida. Crença nas pressões e no esforço. Pessoas que não vivem do amor e da felicidade. Pessoas com dificuldades de demonstrar o amor. Fazem as coisas pela razão.
Corcunda – Raiva atrás de você, ressentimento conservado.
Corrimento - profundos ferimentos afetivos ou sexuais.


Dentes - (cáries dentárias ou gengivites):
Talvez quase ninguém saiba, mas os dentes representam a família.
Se você é esteio de sua família, a pessoa a quem cabe tomar todas as decisões, arcando com todas as responsabilidades e consequências. É muito propensa a ter problemas com seus dentes, ou a desenvolver uma gengivite.
Indecisão duradoura. Incapacidade de analisar idéias e tomar decisões.
Depressão – Raiva da vida.
Derrame - Desistir. Prefere morrer a mudar. Resistência. Rejeita a vida.
Deslocamento de disco - Indecisão; não se sentir emocionalmente amparado pelos outros 

Desmaios – Medo; não poder conviver ou enfrentar; apagar-se de tudo.


Desvios de Coluna - Incapacidade de fluir com o apoio da vida. Não se auto-sustenta.
Diabetes – Profundo sentimento de mágoa. Tristeza profunda. Amargura. Grande necessidade de controlar. Depressão, falta de docilidade.
Diarreia – Medo, rejeição, fuga.
Disfunções da Fala - contenção dos impulsos.


Disfunção erétil – auto depreciação, inferioridade e fracasso.


Doenças crônicas - Recusa em mudar, medo do futuro. Insegurança.
Doenças venéreas – Culpa sexual; crença de que os órgãos genitais são pecaminosos e sujos; necessidade de punição.


Dor – Congestão, bloqueio; crença em barreiras; punição, culpa. Desejo de amor. Desejo de ser abraçado. 


Dor de Cabeça – Tensão, revolta, contrariedades emocionais. Sentimentos feridos auto crítica, falta de autovalorização. Procure harmonizar seus pensamentos. Passe a agir com mais coerência naquilo que acredita.


Dor de ouvidos – Raiva; não querer ouvir. 


Dormência ou formigamento - Repressão na manifestação de amor e consideração. Morrer mentalmente. 


Dor nos joelhos - medo de recomeçar, medo de seguir em frente.
Eczema – (infamação da pele). Super sensibilidade, individualidade machucada, personalidade ferida.
Edema – Super sensibilidade, individualidade machucada. Personalidade ferida. Apego emocional seguido de desmotivação e perda da vontade de viver.


Enfisema - (doença pulmonar) Você teme a vida e fica ansioso frente a ela. Dificuldade em encarar os obstáculos. Aceite-se mais, cuide mais de você mesmo.
Engasgo - ser surpreendido por coisas que vêm atravessadas.


Enjoar no carro – Medo-dependência, sentimento de ser pego em armadilhas.


Enjoar no mar – Medo; medo da morte.


Enlouquecer – Reter amor e consideração 


Enxaqueca – Desperdícios emocionais. Sua dor é sinal de sua resistência a pressões que anda sofrendo ou desagrado por ser impelido por alguém. Desejo de controlar; incapacidade de expressar a raiva; Pessoa perfeccionista. Procure relaxar e resolver um conflito de cada vez.
Epilepsia – Rejeição da vida; sensação de perseguição de luta intensa; violência contra si.
Esclerose múltipla – Dureza mental, coração endurecido, vontade de forra; inflexibilidade.
Esofagite - constante irritação.


Espinhas – Crença na feiura, culpa, ódio de si (causas emocionais das doenças)
Espirro - impulso de defesa contra ideias ou energias negativas.


Estomago (problemas) – Incapacidade de assimilar idéias e novas experiências. Se você anda comendo muito, talvez seja a única forma que esteja encontrando para estagnar ou conter seus impulsos de criação ou então, pode ainda significar que esteja totalmente insatisfeito com sua vida sexual.


Estomatite - (inflamação na cavidade bucal) Sentimento de invasão e incapacidade de sustentar o próprio ponto de vista.


Enurese noturna - (incontinência urinária) emoções reprimidas, tensões e medos liberados durante o sono. Medo de perder o controle emocional em situações afetivas.


Estomatite - sentimento de invasão e incapacidade de
sustentar o próprio ponto de vista.


Esofagite - constante irritação.


Excesso de peso – Insegurança; auto rejeição; procura de amor. Medo de perda, sufocar sentimentos. 
Face (doenças) – Representa individualidade, reconhecimento (causas emocionais das doenças)
Fadiga – Resistência, aborrecimento; falta de amor pelo que faz.
Faringite - irritação por não saber lidar com episódios desagradáveis.


Febre – Queimar-se com alguém ou algo; raiva.
Febre do Feno – Congestão emocional; confusão nas crenças; medo do moralismo.
Feridas - chateado com você mesmo e se sentindo culpado. 
Fibromas – (tumor não canceroso que se forma na parede uterina) alimentar mágoas causadas pelo parceiro (a).
Fígado: (problemas) Pessoa que acumula o sentimento de raiva dentro de si. Procure liberar sua raiva e não guarde rancor de ninguém. Quanto mais raiva guardar, pior será para você.
Flacidez - falta de sustentação interior, perda da autoconfiança.


Flebite – (inflamação nas veias ou trombose), Intransigência e irritação diante dos obstáculos.
Frieira – Medo de não ser aceito; resistência ao progresso.
Frigidez - bloqueios que impedem a entrega no ato sexual. Medo.


Furúnculo – Raiva.
Gagueira – Insegurança; falta de auto expressão, Você fica inseguro com a avaliação dos outros. Pratique a auto-aceitação.
Garganta – Medo de mudanças, dificuldade em falar e frustração. Quando você tiver algum distúrbio nesta região de seu corpo, não pense duas vezes antes de liberar toda sua criatividade, para assim ampliar a proteção de sua aura. Fale, exponha suas idéias, mesmo correndo o risco de não serem aceitas. Criatividade sufocada, raiva engolida, incapacidade de expressão
Gases –Retém as ideias indigestas, por medo sufoca o ar inconscientemente.

Gastrite– Este tipo de sintoma quase sempre se manifesta em pessoas
que guardam para si os problemas, são na maioria das vezes, pessoas introvertidas e que demonstram uma falsa calma e tranqüilidade.
Incerteza prolongada. Sensação de condenação. Dificuldade para lidar com aborrecimentos. Atividade mental proporcionalmente maior que os fatos.
Gengivas (problemas) – Inabilidade de levar avante as decisões uma vez que elas sejam tomadas.
Gengivite - frustração por não conseguir sustentar decisões.


Glândulas (problemas) – Desequilíbrio; falta de ordem; distribuição insuficiente.
Glaucoma – Pressão emocional por sustentar por longo tempo sentimentos feridos.
Gota – Impaciência, raiva, dominação.
Gordura localizada- Este tipo de gordura, principalmente quando localizada nas coxas, significa que, quando era criança, você não recebeu aquele carinho tão especial e necessário do colo de sua mãe que com o calor de seu corpo transmitira o amor e a segurança que precisava. Inconscientemente, esta carência está registrada em seu íntimo, fazendo-o desenvolver algum tipo de gordura localizada. Inconscientemente, esta carência está registrada em seu íntimo, fazendo-o desenvolver algum tipo de gordura localizada.


Gangrena - Morbidade Mental. Pensamentos venenosos que se afogam alegria. 


Gripe – Abalo forte no sistema imunológico causado por choque emocional. Medo, tristeza ou inquietação. Você é influenciável demais. Despreparo para lidar com mudanças, falta de confiança no novo. Aprenda a valorizar o lado bom das coisas. Acredite mais em você.


Hemorragia - Desrespeito ao ritmo interno, ultrapassando os próprios limites e perdendo-se no que faz. Necessidade de reconhecimento. Sentimento de não ser valorizado. Ansiando por amor
a pingar para dentro: Grito interior. Lágrimas infantil. Sentindo-se vítima.
Hemorroidas – Carga, pressão, tensão, medo de deixar acontecer. Apego às mágoas do passado.


Hepatite – Medo, raiva, ser odiado. O fígado é o local da raiva e emoções primitivas. Resistência ao novo, gerando bloqueios.


Hérnia – Relacionamentos quebrados. Carga, resistência mental, autopunição; raiva; expressões criativas incorretas.


Hérnia de disco - Sentir não recebe nenhuma vida de suporte. Indecisão.
Hérnia de hiato - sentimento de culpa.


Herpes – Prolongada suspensão nervosa, Aceite mais a própria sexualidade. Vença os sentimentos de culpa e vergonha pelos próprios genitais.


Herpes genital - a crença popular em culpa sexual e necessidade de punição. Advertência pública. A fé em um Deus que pune. Rejeição dos órgãos genitais 
Herpes labial - Raiva e medo expresso se roendo.


Hiperatividade - o medo. Sentindo-se deprimido e frenético. 


Hipoglicemia – Desequilíbrio no sistema. Ansiedade, resgate do tempo perdido. Sente a vida sendo uma fardo e oprimido pelo peso.


Impotência – Pressão sexual, tensão, culpa; crenças sociais; rancor contra um antigo parceiro. 
Inchaços (verrugas) – Auto rejeição, medo, falta de amor.


Incontinência urinária - Emocional excesso transborda, anos de repressão de emoções 


Indigestão – Medo, ansiedade, pavor.


Infarto - Espremendo toda a alegria do coração em favor do dinheiro, posição e poder etc.
Infecções – Irritação, raiva, chateação.
Infertilidade/esterilidade - sentir-se incapaz de sustentar uma situação.


Insanidade – Escapismo, recolhimento; violenta separação da vida. Ressentimentos familiares.


Insônia - Tensão, culpa, medo. Ame, perdoe a você mesmo, tenha mais fé na vida. Medo, não confia no processo da vida? Existe um processo e você faz parte disso.
Impotência - Você está muito tenso.
Aprenda que está no comando de sua própria vida. Confie. Ultrapasse as pressões sexuais.
Joanete – (osso saliente do dedão do pé). Falta de alegria com as experiências de vida.
Labirintite - Medo, medo de não estar no controle; sensação de desorientação na vida.
Laringite – Medo de verbalizar opiniões; raiva. Ressentimento da autoridade. Irritação por não conseguir manter sua força de expressão, frustração por não falar o que pensa.


Leucemia – Ressentimento por não conseguir manter a integridade na vida.


Mastite – (inflamação das glândulas da mama causada pelo acúmulo de leite) conflitos durante a dedicação.


Mau hálito – Atitudes podres, pensamentos estúpidos. Desejo inconsciente de distanciar as pessoas.


Meningite - tumulto interior. Falta de apoio.
Menopausa (problemas) - Medo de não ser mais querida, auto rejeição. Medo de envelhecimento.


Menstruação - (problemas) -Rejeição da feminilidade e dos órgãos sexuais, culpa.
Miomas e Fibromas - deixar-se moldar pelo externo, não preservar sua natureza íntima.


Miopia - Viva o aqui e agora. Acredite na vida.
O futuro não precisa ser tão nebuloso quanto você pensa.
Mononucleose (infecção viral que causa febre, dor de garganta e glândulas linfáticas inchadas) – Hábito de depreciar a vida e os outros.
Náusea e Vômito - resistência e recusa a situações.


Nervos e nervosismo – Comunicação, luta, pressa; medo, ansiedade. Pensamentos confusos.


Nevralgia - (dor no nervo do pescoço). Punição por uma falha. Angústia por 
comunicação.


Nódulos - bloqueios afetivos. Ressentimento, frustração. Ego ferido.


Obesidade - Sua falta de auto-estima provocou um comodismo excessivo. Ou necessidade de se proteger de se tornar maior para conseguir enfrentar um grande desafio. Resistência a perdoar. - Nos braços: Raiva por falta de amor
- nos quadris: raiva Teimoso contra os pais
- nas coxas: raiva, desde a infância. Normalmente, contra o pai
- no útero: raiva por falta de sustento. Desenvolva mais amor próprio, cure suas inseguranças, e tamanho não é sinônimo de vencedor.
Olhos (problemas) – Não gostar do que vê em sua vida. Medo do futuro; não ver a verdade.


Ossos (problemas) – Revolta contra a autoridade (os ossos são a estrutura do universo). 

Osteoporose - Sensação de que já não há qualquer apoio na vida. 


Ovário policístico – (distúrbio na ovulação que leva a formação de cistos) confusão mental, dificuldade em expor ideias.


Pancreatite - amargura, frustração e raiva porque a vida parece ter perdido a doçura. 

Paralisia – Medo, escapismo, resistência, choque.


Pele (problemas) – Sentir-se ameaçado na individualidade; falta de segurança, impaciência; assadura; maneira de ganhar atenção.


Pernas (problemas) – Medo do futuro (as pernas carregam você para frente).


Pés (problemas) – Medo do futuro


Pescoço (problemas) – Inflexibilidade, recusa em ver outros lados da questão; teimosia.


Pneumonia – Desespero; cansaço da vida, preocupações emocionais; distúrbios internos. Irritação por se doar muito aos outros sem retorno.


Pressão sanguínea
ALTA: manter por longo tempo problemas insolúveis; fuga através das preocupações ou dedicação excessivas aos afazeres. BAIXA: depressão, mágoa, derrotismo, raiva. Fuga pelo esquecimento, desejo de abandonar tudo. Falta de amor quando era criança.


Prisão de ventre (intestinos) – Recusa a desprender-se de velhas idéias; mesquinhez. Atrapalhar-se com detalhes, contenção da espontaneidade. Medo de não ter dinheiro suficiente. Aprenda a perdoar e a esquecer. A vida anda pra frente diante de novas idéias, se ligar no que passou não vai resolver nada.
Problemas no Estômago - Com medo, apreensão e nervosismo, sua capacidade em "digerir" as coisas da vida fica prejudicada.


Problemas na Coluna – Ódio, desarmonia. Vença sua dificuldade em criar harmonia com a vida. Ame, perdoe e abandone o ódio.
Próstata (problemas) – Desistência, derrotismo sensualidade excessiva com sentimento de culpa; crença na velhice, deixar de ser original e perder o caráter.
Psoríase (pele) – Insegurança emocional.


Quadris (problemas): Medo de ir avante em decisões importantes.


Queimaduras – Raiva; Fúria ardente queimar-se com os outros.


Quisto – Falsa evolução; fomentação de choques e machucados emocionais. Alimentar máguas. 

Raquitismo – Desequilíbrio emocional; falta de amor e segurança.


Resfriados - Confusão, desordem, pequenos machucados; família e crenças estereotipadas.


Retenção (líquidos) – O que é que você tem medo de perder? Na alquimia, a água representa intuição. Se você tem tendência a reter líquidos em seu organismo, deve ser uma pessoa de intuição muito forte. Não tenha medo e libere suas manifestações intuitivas. E não tenha medo das perdas, elas fazem parte da nossa existência.


Reumatismo – Falta de amor; ressentimento; amargura crônica; vingança. Sentindo-se vítima, falta de amor. Existe muita amargura ou ressentimento em seu coração. Liberte-se do passado. Relaxe e não culpe a vida.
Rinite - Abala-se pelas confusões do ambiente, não se permitir errar, adota comportamento exemplar. Muitas vezes sente culpa e crença em perseguição.
Rins (problemas) - Crítica, sensibilidade, desapontamento. É exatamente na região supra renal que as mágoas se acumulam, diminuindo muito a proteção do campo áurico dessa região.

Não é por acaso que, em uma situação de separação que geralmente traz consigo muita mágoa, tristeza e dor, os envolvidos acabam desenvolvendo alguma coisa relacionada a este órgão, como é o caso de um cálculo renal.
Roer unhas - Separação dos pais, pedaço de si que se recalca.
Ronco - teimosia, rigidez de ideias.


Síndrome de Sjogren (Doença que destrói as glândulas que produzem lágrimas e salivas) - revolta e indisposição em absorver os episódios da vida.


Sangue (problemas) - Falta de alegria; faltas de circulação das idéias; pensamentos estagnados.
Sarna – Pensamentos infectados.
Sífilis – Entrega de potência e eficiência.
Sinusite - Presença de pessoas que o irritam.
Soluço - ansiedade e medo do desfecho de uma situação.


Surdez - O que você não quer escutar? Rejeição, teimosia, isolamento.
Taquicardia – Entusiasmo reprimido.
Tétano – Necessidade de liberar sentimentos de raiva.
Tiroide ou tireoide – Sentimento de humilhação. Sente que nunca pode fazer o que quer.
T.P.M. - (Tensão Pré-Menstrual) Você pode estar rejeitando a própria feminilidade ou
dando muita força para os acontecimentos externos.
Aceite seu corpo como ele é. Harmonize-se com o ambiente em que vive.
Tontura – O medo da morte. Sentir-se preso, cativo.
Tórax (Quisto) - Super dimensão de atitudes e propósitos na vida. Super proteção.
Torcicolo - Teimosia inflexível.
Tosse - Nervosismo, amolação, crítica. Regressão dos impulsos agressivos e desejo de atacar.


Trombose – Pessimismo e limitação na vida.
Tuberculose - Egoísmo; possessão; crueldade. Vontade de vingança.
Tumor - Feridas antigas, tormento, não se permite a cura.
Tumor no cérebro - Crenças incorretas computadas; teimosia; recusa em mudar os velhos padrões.
Úlceras - Algo o consome por dentro, medo de não ser bom o bastante.
Medo de não ser bom o suficiente.
Sua constante ansiedade criou hábitos de medo. Está deixando algo corroê-lo por dentro. Perdoe. Aceite.
Uretrite – (inflamação da uretra) Sentir-se irritado e chateado com as situações ao redor.
Urinar na cama - Medo dos pais (normalmente do pai).
Urticária - Pequenos medos escondidos; exagero de pequenos problemas.
Vaginismo – (contração involuntária dos músculos próximos à vagina) falta de soltura e entrega ao prazer.


Vaginite – (inflamação causada por microrganismos) Culpa sexual; sentimento de perda de alguém ou algo amado.
Varicela – Esperando o próximo problema ou desgosto. Medo ou tensão. Sensibilidade exagerada.
Varizes - Negatividade, resistência; remoer emoções; sustentar um trabalho que você odeia; circulação entravada, atulhada de idéias. Geralmente são aquelas pessoas que não aceitam as condições que lhes são impostas, querendo que tudo ocorra sempre ao seu jeito.

Parado numa situação que odeia, sentindo-se sobrecarregado e com excesso de trabalho, desencorajado. Está preocupado demais no trabalho.
Relaxe mais. Busque o equilíbrio. Aprenda a ver o lado bom do que não gosta e verá que não é tão ruim quanto parecia, assim as coisas chegam a você com mais facilidade.
Verrugas - Auto rejeição, medo, falta de amor.
Vesícula (pedras na) - Amargura; pensamentos dolorosos que você não encontra meios de evitar.
Vícios – Fuga.
Vômito – Rejeição violenta de ideias.


Lista das Correspondências Psíquicas
órgãos e palavras-chave para as partes do corpo



Bexiga - Pressão, desapego
Boca - Disposição para receber
Cabelos - Liberdade, poder
Coração - Capacidade de amar, emoção
Costas – Correção
Dentes - Agressividade, vitalidade
Estômago - Sensação, capacidade de absorção
Fígado - Avaliação, filosofia, religião
Gengivas – Desconfiança
Intestino delgado - Elaboração, análise
Intestino grosso - Inconsciente, ambição
Joelhos – Humildade
Mãos - Entendimento, capacidade de ação
Membros - Movimentos, flexibilidade, atividade
Músculos - Mobilidade, flexibilidade, atividade
Nariz - Poder, orgulho, sexualidade
Olhos – Discernimento
Ouvidos - Obediência
Órgãos genitais - Sexualidade
Ossos - Firmeza, cumprimento das normas
Pele - Delimitação, normas, contato, carinho
Pênis - Poder
Pés - Compreensão, firmeza, enraizamento, humildade
Pescoço - Medo
Pulmões - Contato, comunicação, liberdade
Rins - Parceria, discernimento, eliminação 
Sangue - Força vital, vitalidade
Unhas - Agressividade
Vagina - Entrega
Vesícula biliar – Agressividade


Tipos Sanguíneos:


A - pessoas conservadoras, detalhistas, harmoniosas, prestativas, sem pretensões de liderança.
AB - pessoas colaboradoras, cumpridoras de compromissos,
prestativas.
B - pessoas com autoconhecimento, que sabem o que querem, mas com dificuldades para lidar com os outros.
O - pessoas comunicativas, com capacidade de liderança,
convincentes, determinadas, expressivas


fonte: Internet

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Dores no corpo que estão ligadas às emoções


Aprenda a decodificar a mensagem do seu corpo e seja mais feliz


1. Dores musculares: revela que a pessoa está com dificuldades em aceitar mudanças.

A pouca flexibilidade na vida pode ser prejudicial, procure se adaptar às novas situações.


2. Dor de cabeça: você tem uma decisão a tomar?
Então se posicione!
A tensão provoca estresse. Procure relaxar e deixar a mente mais leve.


3. Dor de garganta: esta é uma dor bem comum e pode ser o indicador de que você está com problemas de perdoar, seja os outros ou até a si mesmo(a).
Reflita sobre o amor e a compaixão.


4. Dor nas gengivas: talvez seja a dificuldade de tolerar ou de tomar decisões.
A indecisão e o desconforto causado por ela são muito perigosos!
Cuidado!

5. Dor nos ombros: pode indicar uma sobrecarga emocional.
Não carregue tanto peso sozinho(a), distribua.
Além disso, não acumule problemas, resolva-os.

6. Dor de estômago: parece engraçado, mas é real.
Se você não “digeriu” bem alguma situação ruim, pode t
er dores no estômago.

7. Dores na parte superior das costas: procure alguém para compartilhar os problemas e alegrias.
Este pode ser o indício de que você precisa de apoio emocional.

8. Dor na região lombar: pode ser sinal de falta de dinheiro ou de apoio emocional.
dores Seja otimista e reaja.

9. Dores no sacro e cóccix: há situações que precisam ser resolvidas e você está ignorando?
Pense bem.

10. Dor de cotovelo: outra parte do corpo que está bem relacionada à resistência a mudanças.
Ouse!


Se não for possível, pelo menos trabalhe sua mente para se ver livre do que está pressionando.


Fonte: Cura pela Natureza

sábado, 18 de novembro de 2017

A Profecia Celestina

O filme A Profecia Celestina gira em torno de um manuscrito antigo encontrado nas selvas peruanas que contém nove profecias. Elas indicam uma nova visão espiritual da vida, uma profunda busca de conhecimento interior que visa à sabedoria e iluminação.

John Wodson, um professor de história desempregado, é atraído para o Peru em busca de um manuscrito sagrado que revela o destino de toda a humanidade, ele e outras pessoas percorrem vários lugares, fugindo das perseguições. Inicialmente ele estava incrédulo e inseguro, depois descobre que cada passo que percorre, está o levando para um mais alto nível de conhecimento, e à medida que John conhece, vive e sente as mensagens das profecias ele adquire uma consciência mais elevada e descobre o verdadeiro sentido da vida e o seu próprio destino.

As nove profecias, nove “insigts”:

1ª) Estamos descobrindo uma vez que vivemos em um mundo profundamente misterioso, cheio de coincidências súbitas e encontros de sincronicidade que parecem destinados. “A Primeira Visão é a visão do despertar. Contemplamos nossa vida e percebemos que existem mais coisas acontecendo do que imaginávamos. Além das nossas rotinas e desafios do dia-a-dia, podemos detectar a influência do elemento divino: “coincidências significativas” que parecem estar nos enviando mensagens e nos conduzindo a uma direção particular. No início apenas vislumbramos essas coincidências enquanto passamos rapidamente por elas, praticamente sem notá-las. Finalmente, porém, começamos a diminuir a velocidade e examinar mais de perto esses eventos. Receptivos e alertas, nós somos mais capazes de detectar o evento sincronístico seguinte. As coincidências parecem fluir e refluir, algumas vezes avançando rapidamente numa rápida sucessão, outras nos deixando quietos. Contudo, sabemos que descobrimos o processo da alma que guia nossa vida para frente. As visões remanescentes mostram como aumentar a freqüência dessa misteriosa sincronicidade e descobrir o destino final em direção ao qual estamos sendo levados.”

2ª) Quanto mais nos despertamos para este mistério, criaremos uma visão mundial completamente nova – redefinindo o universo como energético e sagrado. “A Segunda Visão é a consciência de que nossa percepção das misteriosas coincidências da vida é uma ocorrência histórica significativa. Depois do colapso da visão de mundo medieval, perdemos a segurança oriunda da maneira como a Igreja explicava o universo. Por conseguinte, há quinhentos anos, decidimos coletivamente nos concentrarmos em dominar a natureza, em usar nossa ciência e tecnologia para nos acomodarmos no mundo. Pusemo-nos então a criar uma segurança secular destinada a substituir a certeza espiritual que havíamos perdido. Para nos sentirmos mais seguros, sistematicamente afastamos e negamos os aspectos misteriosos de vida no planeta. Fabricamos a ilusão de que vivíamos num universo totalmente explicável e previsível, no qual eventos acidentais não tinham nenhum significado. Para manter a ilusão, tendemos a negar qualquer indício do contrário, a restringir a pesquisa científica dos eventos paranormais, e a adotar uma atitude de absoluto ceticismo. Explorar as dimensões místicas tornou-se quase um tabu. Aos poucos, contudo, um despertar teve início. Nosso despertar não é nada menos do que nos libertarmos da preocupação secular da era moderna, e abrirmos nossa mente para uma visão nova e mais verdadeira do mundo.”

3ª) Nós descobriremos que tudo ao nosso redor, toda matéria, consiste e provém de uma energia divina que estamos começando a ver e entender. “A Terceira Visão descreve nossa visão do universo como energia dinâmica. Ao contemplarmos o mundo que nos cerca, não mais podemos pensar que tudo é composto de substância material. A partir das inúmeras descobertas da física moderna e da crescente síntese com a sabedoria do oriente, estamos começando a perceber o universo como um vasto campo de energia, um mundo quântico no qual todos os fenômenos estão interligados e respondem uns aos outros. A partir da sabedoria do pensamento oriental, sabemos que temos acesso a essa energia universal. Podemos projetá-la para fora com nossos pensamentos e intenções, influenciando nossa realidade e a realidade dos outros.”

4ª) A partir desta perspectiva, podemos ver que os seres humanos sempre se sentiram inseguros e desconectados desta fonte sagrada e tentaram levar energia dominando uns aos outros. Esta luta é responsável por todos os conflitos humanos. “A Quarta Visão é a consciência de que os seres humanos com freqüência rompem sua ligação interior com essa energia mística. Em decorrência disso, temos tido a tendência de nos sentirmos fracos e inseguros, e com freqüência procuramos nos reerguer sugando a energia de outros seres humanos. Fazemos isso tentando manipular ou dominar a atenção dos outros. Quando conseguimos conquistar à força a atenção de uma pessoa, somos impulsionados pela energia dela, o que nos torna mais fortes, mas enfraquece a outra pessoa. Com freqüência os outros se rebelam contra essa usurpação da sua força, gerando uma luta pelo poder. Todos os conflitos do mundo têm origem nessa luta pela energia humana.”

5ª) A única solução é cultivar uma reconexão com o divino, uma transformação mística que nos enche de energia ilimitada e amor, estende a nossa percepção de beleza, e nos eleva a uma consciência do Eu Superior. “A Quinta Visão é a experiência da ligação interior com a energia divina. Ao explorar e seguir nossa divindade interior nós podemos estabelecer um contato pessoal com um tipo de experiência chamada mística. Em nossa busca deste estado alterado, distinguimos entre a descrição intelectual desta consciência e a consciência em si. Sob este aspecto, aplicamos certas medidas experimentais que indicam que estamos em conexão com esta energia espiritual. Por exemplo, sentimos o corpo leve. Sentimos uma leveza nos pés. Experimentamos uma intensificação da percepção como cores, aromas, sabores, sons e um senso de beleza mais vívido. Experimentamos um senso de unidade, uma total segurança. E acima de tudo, vivenciamos o estado de consciência que chamamos de amor. Não em relação a alguém ou a alguma coisa, mas como uma constante sensação que sustenta nossa vida. Não queremos mais apenas falar a respeito da consciência mística. Temos a coragem de pôr em prática essas medidas para realmente buscar esta união com o divino. É esta conexão com a energia total que resolve todos os conflitos. Não mais precisamos da energia dos outros.”

6ª) Nessa consciência, podemos lançar o nosso próprio padrão de controle e descobrir uma verdade específica, uma missão, estamos aqui para compartilhar que ajuda a evoluir a humanidade em direção a esse novo nível de realidade. “Quanto mais permanecemos ligados, mais tomamos consciência dos momentos em que perdemos a ligação, geralmente quando estamos sob tensão. Nestes momentos, podemos perceber nossa maneira particular de roubar energia dos outros. Tão logo nos tornamos conscientes das nossas manipulações, nossa ligação torna-se mais constante e podemos então descobrir nosso caminho de crescimento na vida, bem como nossa missão espiritual, o modo pessoal pelo qual podemos contribuir para o mundo.”

7ª) No exercício dessa missão, podemos descobrir uma intuição interna que nos mostra onde ir e o que fazer, e se fizermos apenas interpretações positivas, traz um fluxo de coincidências que abre as portas para a nossa missão se desdobrar. “A Sétima Visão é a conscientização de que as coincidências têm nos conduzido o tempo todo à realização da nossa missão e à busca da nossa questão vital básica. Dia a dia, contudo, nosso crescimento se dá através do entendimento e do acompanhamento das questões menos importantes que se originam nas nossas metas mais amplas. Tão logo formulamos corretamente às perguntas, as respostas sempre aparecem através de misteriosas oportunidades. Cada sincronicidade, por mais que conduza ao crescimento, sempre nos deixa com outra questão fundamental, de modo que nossa vida avança através de um processo de pergunta, resposta, uma nova pergunta, à medida que evoluímos ao longo do nosso caminho espiritual. As respostas sincronísticas são oriundas de muitas fontes: dos sonhos, devaneios, pensamentos intuitivos, e, com maior freqüência, de outras pessoas que se sentem inspiradas a nos trazer uma mensagem”.

8ª) Quando o suficiente de nós entrar nesse fluxo evolucionário, sempre dando energia ao Eu Superior de todos que encontramos, nós iremos construir uma nova cultura onde nossos corpos evoluem para níveis cada vez maiores de energia e percepção.“A Oitava Visão é a consciência de que a maior parte das sincronicidades tem lugar através das mensagens que nos são trazidas por outras pessoas e que uma nova ética espiritual em relação aos outros estimula essa sincronicidade. Se não competirmos energeticamente com as outras pessoas, e permanecermos ligados a energia mística interior, podemos elevar a vibração dos outros com a nossa energia, focalizando a beleza em cada rosto, enxergando o gênio superior de cada indivíduo com quem entramos em contato. A energia que transmitimos ao eu superior conduz a outra pessoa a uma consciência mais plena de quem ela é e do que está fazendo, aumentando a possibilidade de que uma mensagem sincronística possa ser comunicada. Elevar as vibrações dos outros é especialmente importantes quando interagirmos com um grupo, uma vez que toda a energia do grupo penetra naqueles que se vejam intuitivamente estimulados a falar. Também é importante usar esta ética ao cuidarmos das crianças e interagirmos com elas. Para elevar as vibrações das crianças, precisamos nos dirigir a sabedoria do seu eu e tratá-las com integridade. Precisamos tomar cuidado nos relacionamentos românticos para que a ligação eufórica do amor não substitua nossa ligação com a energia mística interior. Esta euforia amorosa sempre degenera numa luta pelo poder, pois as duas pessoas ficam viciadas uma na outra pela obtenção de energia”.

9ª) Desta forma, vamos participar na longa caminhada da evolução desde o Big Bang para a meta final da vida: energizar nossos corpos, geração por geração, até que entramos em um paraíso, podemos finalmente ver. “A Nona Visão é a consciência de como a evolução se dará se vivermos as outras oito visões. À medida que a sincronicidade aumenta, somos elevados a níveis cada vez mais altos de vibração de energia. Alem disso, à medida que formos conduzindo à nossa verdadeira missão, mudaremos de profissão, vocação ou criaremos nosso próprio negócio para podermos trabalhar no campo que mais nos inspirar. Para muitos, este trabalho será automatizar a produção de bens e serviços básicos: alimentos (além de produzirmos a nível individual), abrigo, vestuário, meio de transporte, acesso aos meios de comunicação e recreação. Esta automação será sancionada porque a maioria de nós não mais concentrará na indústria nossa vida de trabalho. Não haverá abuso no acesso desses bens porque todos nós estaremos sincronisticamente seguindo nosso caminho de crescimento e consumiremos apenas o necessário. A prática do dízimo, de dar ao outro o que nos proporcionam insight espiritual, suplementará a renda e nos libertará de cenários rígidos de trabalho. Finalmente, a necessidade de uma moeda corrente desaparecerá totalmente quando fontes gratuitas de energia e bens duráveis permitirem que a automação seja total. À medida que a evolução prosseguir, o crescimento sincronístico elevará nossas vibrações ao ponto em que penetraremos dimensão da vida após a morte, fundindo essa dimensão com a nossa e encerrando o ciclo de nascimento / morte”.

A busca de John pelas nove profecias, pelos nove “insigts”, pode ser relacionada à caminhada de um Processo de Coaching. Durante a jornada em busca de seu objetivo ele passa por momentos de incredulidade e insegurança, como um Coachee, diante das novas perspectivas de vida, mas continua firme ao encontro de seu objetivo, um conhecimento maior. E a cada passo percorrido ele eleva o seu nível de consciência, adquire maior conhecimento de si, descobre o verdadeiro sentido da vida e encontra-se profundamente com sua essência.

Fonte: Internet

quarta-feira, 26 de abril de 2017

AS EMOÇÕES E AS DOENÇAS

Ao longo desses anos pude estar em contato com várias literaturas, umas de autoajuda, outras mais científicas.

Vi em muitos casos que pessoas que possuíam certo padrão de sentimentos (pensamento) ou estavam dentro de alguma situação conflitante, acabavam por desenvolver doenças.

Busquei saber mais em psicossomática, e autoras memoráveis com Louise Hay, com obras fantásticas sobre sentimentos e doenças.

Somos responsáveis por nossos corpo em por tudo que ocorre nele (em geral temos a ideia disso, mas não a certeza), nossos pensamentos, principalmente os mais negativos, como tristeza, raiva. medo, ódio, baixa auto-estima, desvalor próprio, rejeição, vontade de fugir (dentre outros), em geral originam um estado de falta de perdão, consigo ou o outro.

Esse estado desencadeia em nosso cérebro uma série de substâncias que acabam desestabilizando alguma parte do nosso corpo, gerando doenças, por vezes algumas bem graves.

O segredo para uma vida com melhor saúde é sempre, perdoar e saber que ninguém é perfeito, e valorizar-se muito, afinal se você não der valor a você, ninguém te valorizá-la. Ame seus defeitos, suas qualidades pensando sempre em melhorar seus pontos a desenvolver.

Cuidado com os sentimentos que vê que não são bons para você, perceba e veja o que pode mudar para não lhe fazer mal.

Segue uma tabela com algumas doenças e os sentimentos que as desencadeiam.

  • Amigdalite : Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
  • Anorexia: Ódio ao extremo de si mesmo.
  • Apendicite: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
  • Arteriosclerose: Resistência. Recusa em ver o bem.
  • Asma: Sentimento contido, choro reprimido.
  • Bronquite: Ambiente familiar “inflamado”, Gritos e discussões.
  • Câncer: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
  • Colesterol: medo de aceitar alegria.
  • Derrame: Resistência. Rejeição a vida.
  • Diabetes: Tristeza profunda ( vida sem doçura).
  • Diarreia: Medo, rejeição, fuga (eliminar de dentro o que está ruim).
  • Dor de cabeça: Autocrítica, falta de auto valorização.
  • Enxaqueca: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
  • Fibromas: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.
  • Frigidez: Medo. Negação do prazer.
  • Gastrite: Incerteza profunda. Sensação de condenação, idéias mal digeridas.
  • Hemorroidas: Medo de prazos determinados. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
  • Hepatite: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
  • Insônia: Medo, culpa.
  • Labirintite: Medo de não estar no controle.
  • Meningite: Tumulto interior. Falta de apoio.
  • Nódulo: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
  • Pele (acne): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
  • Pneumonia: Desespero. Cansaço da vida.
  • Pressão Alta: Problema emocionalmente duradouro e não resolvido.
  • Prisão de Ventre: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
  • Pulmões: Medo de absorver a vida.
  • Quistos: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
  • Resfriados: Confusão mental, desordem, mágoas.
  • Reumatismo: Sentir-se vítima. Falta de amor. Amargura.
  • Rinite Alérgica: Congestão emocional. Culpa. Crença em perseguição.
  • Rins: Crítica, desapontamento, fracasso.
  • Ronco: Teimosia, apego ao passado.
  • Sinusite: Irritação com pessoas próximas.
  • Tireoide: Humilhação.
  • Úlceras: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
  • Varizes: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Interessante?

Atenção com seus sentimentos, principalmente o que esconde dentro de você mesmo.

Fonte: Internet